The Crown é a série mais cara da Netflix
Reprodução/Netflix
The Crown é a série mais cara da Netflix



São necessários investimentos colossais se uma empresa deseja ficar à frente de seus concorrentes, e ninguém entende isso melhor do que a Netflix . Apesar de ter a maior capitalização de mercado e do fato de estar no negócio de streaming de vídeo há muito mais tempo do que qualquer plataforma, a Netflix segue investindo pesado, fazendo com que a produção de filmes e séries originais sejam mais caras a cada ano.

Desde quando começou com programação original em 2013, a empresa não mediu esforços e investiu milhões por episódio de suas séries. E mesmo com a Netflix não sendo muito aberta sobre os orçamentos de seus produtos, ainda há informações suficientes sobre os gastos de cada programa, o que inclui pagamento de atores, efeitos especiais, locações de filmagem, trajes autênticos e etc.

Com a recente notícia de que a Netflix se uniu à Rede Globo para a produção da novela mais cara da história , com orçamento total de US$ 50 milhões (US$ 833 mil dólares por episódio), muitos se perguntam qual a série mais cara produzida pela Netflix, dona de sucessos como ‘ Stranger Things ’, ‘ The Witcher ’ e ‘ The Crown. Então, o preparamos uma lista com as 15 séries originais mais caras produzidas pela plataforma:

15. ‘On My Block’ (2018) – US$ 2 milhões por episódio

Embora US$ 2 milhões por episódio para uma série da Netflix não pareça ser um investimento relativamente grande, ainda é um orçamento decente para uma série que não utiliza efeitos especiais e não se passa em um período de tempo diferente. Em ‘ On My Block ‘, a amizade um grupo de amigos que cresceu em um bairro marginalizado de Los Angeles é testada com desafio que envolvem viver no local, os papéis sociais e expectativas impostas.

A série estreou em 2018, tem três temporadas e foi renovada para ter um quarto ano. ‘On My Block’ terá prováveis ​​40 episódios em toda a série e um orçamento total de US$ 80 milhões.

14. ‘Narcos’ (2015) – US$ 2.5 milhões por episódio

Narcos ’ segue a história da vida real do traficante colombiano Pablo Escobar, interpretado pelo brasileiro Wagner Moura, e dos agentes que tentaram capturá-lo. O drama policial durou três temporadas e continuou em um spin-off chamado ‘Narcos: México’.

A série teve atores reconhecidos, trajes de época e vários locais de filmagem que necessitaram de um orçamento considerável. A primeira temporada de ‘Narcos’ foi estimada em cerca de US$ 25 milhões, fazendo com que cada um dos 10 episódios custasse cerca de $ 2,5 milhões.

13. ‘Hemlock Grove’ (2013) – US$ 4 milhões por episódio

Hemlock Grove ’ foi uma das primeiras séries originais no serviço de streaming e a produção custou aproximadamente US$ 4 milhões por episódio. A série de terror é centrada em uma antiga cidade na Pensilvânia e é repleta de assassinatos, lobisomens e outras criaturas sobrenaturais à espreita.

A produção protagonizada por Famke Janssen (trilogia original de ‘X-Men’) e Bill Skarsgård (‘It: A Coisa’) usou uma quantidade decente de efeitos especiais, que é onde a maior parte do orçamento provavelmente foi gasto, além de figurinos. ‘Hemlock Grove’ teve três temporadas, ao todo.

12 . ‘Orange Is The New Black’ (2013) – US$ 4 milhões por episódio

Tanto ‘ Orange Is the New Black ’ e ‘Hemlock Grove’ são duas das primeiras séries originais da Netflix , e ambas custaram cerca de US$ 4 milhões por episódio. Mas enquanto a série de terror durou apenas três temporadas e 33 episódios, a história de Piper Chapman e do grupo das “detentas desbocadas” teve sete temporadas e 91 capítulos, custando muito mais aos cofres da Netflix.

11. ‘House Of Cards’ (2013) – US$ 5 milhões por episódio

A primeira série original da história da Netflix teve um orçamento bastante alto (para a época) de US$ 4,5 milhões por episódio, e seu sucesso sem dúvida contribuiu para tornar a Netflix o “gigante de streaming” que é hoje.

Estrelado por alguns grandes nomes como Kevin Spacey (‘Beleza Americana’) e a estrela de 'Forrest Gump' Robin Wright, uma grande parte do orçamento do drama político foi gasto com o elenco.

Embora a série tenha caído em uma enorme polêmica desde que Spacey deixou o elenco em 2017, ‘ House Of Cards ’ foi aclamada e recebeu vários de prêmios, incluindo 33 indicações ao Emmy.

10. ‘Bridgerton’ (2020) – US$ 7 milhões por episódio

Bridgerton ’ é uma nova e extremamente popular série da Netflix . Lançada em 2020, a produção foi um sucesso e já está renovada para uma segunda temporada. A trama se passa na Inglaterra, durante a era da Regência Britânica, e foca nos Bridgertons, família composta de oito irmãos que tentam encontrar um grande amor.

O orçamento de US$ 7 milhões por episódio é destinado principalmente para fantasias e locações para trazer o século XIX à vida, além de pagar o salário da lendária Julie Andrews (‘A Noviça Rebelde’, ‘O Diário da Princesa’).

Você viu?

9. ‘Altered Carbon’ (2018) – US$ 7 milhões por episódio

A Netflix e os produtores por trás de ‘ Altered Carbon ’ foram extremamente cautelosos quanto às informações sobre o orçamento por trás da produção. No entanto, uma ou outra coisa costuma escapar, e veículos de comunicação estimam que a série de ficção científica tenha custado de US$ 7 milhões por episódio.

Qualquer um que tenha visto as duas temporadas de ‘Altered Carbon’ vai entender com facilidade que os efeitos visuais e a atmosfera pela qual a trama foi tão elogiada não deve sair barato… nem os salários de nomes como Anthony Mackie (‘Falcão e o Soldado Invernal‘), Joel Kinnaman (‘Esquadrão Suicida‘) e Renée Elise Goldsberry (‘Hamilton’).

8. ‘Bloodline’ (2015) – US$ 7 a 8 milhões por episódio

Bloodline ’ foi um thriller misterioso que seguiu a história da família Rayburn, que parecia perfeita por fora, mas envolta em vários escândalos perigosos e mortais. Cada episódio das três temporadas custou cerca de US$ 7 a 8 milhões.

Os locais de gravação caros na ilha de Florida Keys e os salários de nomes como Kyle Chandler (‘Lobo de Wall Street’), Linda Cardellini (‘E.R’, ‘Vingadores: Era de Ultron’) e outros podem ter tido algo a ver com o alto orçamento do show.

7. ‘Os Defensores’ (2017) – US$ 8 milhões por episódio

A Netflix já produziu várias séries do Universo Marvel , como ‘Demolidor’ e ‘Jessica Jones’. As produções foram sucesso de público e crítica e, ao todo, tiveram orçamento total de US$ 40 milhões para temporadas de 13 episódios.

Mas foi o encontro épico desses personagens com ‘Luke Cage’ e ‘Punho de Ferro’ que entrou na lista de produções mais caras do serviço de streaming. ‘ Os Defensores’ foi uma minissérie de apenas oito episódios, mas com o mesmo orçamento, ou seja: US$ 8 milhões por capítulo.

6. ‘Sense8’ (2015) – US$ 9 milhões por episódio

Criada pelas diretoras de ‘Matrix’ Lana e Lilly Wachowski, ‘ Sense8 ’ girava em torno de oito estranhos ao redor do mundo que descobrem que estão mentalmente ligados e precisam encontrar uma maneira de sobreviver diante de uma organização poderosa que quer acabar com o grupo.

Embora tenha sido aclamada pela crítica e conquistado um grande número de fãs leais, a série que misturou drama e ficção científica foi cancelada após duas temporadas com custos caríssimos de produção, muitos dos quais vieram das filmagens em vários países ao redor do mundo. ‘Sense8’ foi finalizada com um último capítulo de quase três horas de duração.

5. ‘Marco Polo’ (2014) – US$ 10 milhões por episódio

Marco Polo ’ parecia um projeto ambicioso de grande orçamento no mesmo nível de ‘ Game of Thrones ’ da HBO. No entanto, o alto orçamento de US$ 10 milhões por episódio junto à baixa audiência resultou no cancelamento da série após duas temporadas.

Passada durante o século 13, a premissa da série gira em torno da figura histórica titular Marco Polo e seu tempo na corte do imperador mongol Kublai Khan. O fracasso da produção fez com que a Netflix perdesse US$ 200 milhões.

4. ‘The Witcher’ (2019) – US$ 10 milhões por episódio

Produções baseados em videogame têm certa reputação de serem abaixo do padrão, mas o sucesso de ‘ The Witcher ’ foi tão grande que estabeleceu não apenas como uma adaptação de jogos muito amada, mas também como uma das séries mais assistidas de todo o mundo.

Uma grande quantidade de efeitos especiais, CGI e o investimento pesado em cenários e figurindo para criar o mundo medieval de “Geralt de Rívia” consumiu bastante do orçamento de US$ 10 milhões por episódios. Além disso, o salário de Henry Cavill (‘Superman’, ‘Liga da Justiça’) e as sequências de batalhas definitivamente não foram baratas.

3. ‘Get Down’ (2016) – US$ 11 milhões por episódio

The Get Down ’ foi cancelada somente após uma única temporada de duas partes e seu enorme orçamento de US$ 11 milhões por episódio foi o principal motivos. Criado pelo diretor Baz Luhrmann (‘The Great Gatsby’), a série conta a história da ascensão do hip-hop e da cultura disco na Nova York dos anos 1970 a partir da perspectiva de um grupo de adolescentes.

A produção por trás do show foi custou muita grana para a Netflix , mas foi impecável em questão estética. Além de nomes no elenco como Justice Smith (‘Detetive Pikachu’), Yahya Abdul-Mateen II (‘Aquaman’) e Giancarlo Esposito (‘Better Call Saul’), muitas celebridades de renome na indústria da música e literatura foram trazidas para refinar a narrativa e trilha sonora, como os rappers Grandmaster Flash e Nas, Ahristina Aguilera e Zayn.

2. ‘Stranger Things’ (2016) – US$ 12 milhões por episódio

Desde seu lançamento em 2016, ‘ Stranger Things ’ se tornou a série mais popular da Netflix e é praticamente o “carro-chefe” da plataforma de streaming . Portanto, não é de se admirar que a empresa esteja pronta e disposta a investir mais dinheiro quando necessário, visto que o orçamento da série aumenta a cada temporada.

A 1ª temporada teve um orçamento reportado de US$ 6 milhões por episódio, enquanto a o 2º ano teve um aumento de mais US$ 2 milhões. Os detalhes sobre a terceira parte foram mantidos em segredo, mas seguindo a tendência, teve um grande aumento, e não há como dizer o quão longe a Netflix está disposta a ir nas próximas temporadas.

1. ‘The Crown’ (2016) – US$ 13 milhões por episódio

Com um orçamento tão luxuoso quanto a premissa e o cenário da série, ‘ The Crown ’ é um drama histórico sobre a vida da Rainha Elizabeth II, seus familiares e seu reinado. O enredo chama atenção e até polemiza, de certa forma, visto que foca em detalhes específicos da vida da monarca e os que estão em sua volta.

A produção é aclamada pela crítica, vencedora de vários prêmios e tem um farto orçamento. Com foco especial nos figurinhos e nos salários de estrelas como Olivia Colman (‘A Favorita’), Helena Bonham Carter (‘Alice no País das Maravilhas’) e outros, cada episódio custa à Netflix US$ 13 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários