Empresas podem deixar Hong Kong
Unsplash/Azamat E
Empresas podem deixar Hong Kong

Grandes empresas de tecnologia, como  Facebook , Twitter e Google ameaçaram encerrar totalmente os serviços em Hong Kong . Isso porque, no país, se discute uma lei que tornaria as empresas responsáveis pela disseminação de informações com inverdades e fake news na internet. Segundo as empresas, isso inviabilizaria as operações das companhias.

Nesta segunda-feira (5), a informação foi divulgada no The Wall Street Journal e, de acordo com o veículo, as marcas formalizaram a suposta decisão em uma carta enviada ao governo local, além de ser assinada em conjunto por outros empreendimentos que também atuam na internet .

Você viu?

A preocupação de empresas como o Facebook, Twitter e Google é de que a nova política coloque em risco os funcionários e executivos, pois eles poderiam ser investigados e responsabilizados por ocorrências praticados pelos usuários das redes sociais .

Tudo isso aconteceu porque o Gabinete de Assuntos Constitucionais de Hong Kong pretende alterar a lei local de proteção de dados com a justificativa de combater crimes como o doxing, que é a prática de disseminar dados e informações pessoais na internet. Vale lembrar que em 2019, a população protestou contra a interferência chinesa nas leis da nação e no uso do Facebook, Twitter e Google.

"A única maneira de evitar essas sanções para as empresas de tecnologia seria abster-se de investir e oferecer os serviços em Hong Kong", diz um trecho da carta assinada pelas empresas em 25 de junho. De acordo com o documento, as novas leis são uma "resposta completamente desproporcional e desnecessária" aos crimes virtuais, podendo colocar em risco a liberdade de expressão .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários