Oppo Find X3 Pro
Divulgação/OPPO
Oppo Find X3 Pro

Um dos maiores desafios das câmeras selfie sob tela é que os displays dos smartphones não podem ser muito densos em pixels, já que a luz ainda precisa ultrapassá-los para atingir a lente. É por esse motivo que as primeiras tentativas de emprego dessa tecnologia feitas pela ZTE, por exemplo, foram fracassadas. Alguns telefones trazem menos pixels na área da tela por sobre a câmera, mas isso pode resultar em uma aparência nebulosa. Agora, a Oppo promete resolver o problema.

Ao que parece, a fabricante chinesa "encolheu" o tamanho dos pixels na tela sem reduzir o número de pixels reais. Isso permitiria, segundo a Oppo, uma exibição de 400 PPI, mesmo na área acima da câmera. 

De acordo com o site Android Authority, outro importante ajuste de hardware é que a marca trocou a fiação da tela tradicional por uma fiação mais fina e transparente, o que deve resultar em uma "qualidade de exibição muito melhor com uma experiência visual mais suave".

A Oppo diz também que introduziu um circuito de pixel "um para um" (diferentemente do circuito um para dois pixels utilizado atualmente na indústria) para melhor precisão de tela, cor e brilho. Além disso, a fabricante afirma que vários ajustes resultaram em uma tela com uma vida útil 50% mais longa.

Você viu?

Oppo usa IA para atingir maior qualidade das imagens 

Quando o assunto é câmera sob tela, a qualidade da imagem é a maior preocupação, haja vista o ZTE Axon 20, precursor da tecnologia, entregando selfies com aspecto borrado.

Para evitar esse desconforto, a Oppo desenvolveu algoritmos de Inteligência Artificial (IA) para HDR, balanço de branco e redução de difração, em uma tentativa de reduzir problemas como desfoque e brilho.

"A Oppo também treinou seu modelo de redução de difração de IA usando dezenas de milhares de imagens para controlar problemas causados ​​pela difração na fonte de luz, permitindo que os usuários capturem imagens mais nítidas e de aparência mais natural", afirma a empresa. 

Não há previsão de lançamento de um telefone comercial com essa tecnologia pela Oppo, que apenas diz que continuará desenvolvendo o hardware e algoritmos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários