A variante Delta da Covid-19 está trazendo uma nova onda de casos da doença em alguns locais do mundo, inclusive na Ásia, onde a falta de componentes pode prejudicar a fabricação de milhões de eletrônicos, incluindo o iPhone, da Apple e o PlayStation, da Sony
Felipe Ventura
A variante Delta da Covid-19 está trazendo uma nova onda de casos da doença em alguns locais do mundo, inclusive na Ásia, onde a falta de componentes pode prejudicar a fabricação de milhões de eletrônicos, incluindo o iPhone, da Apple e o PlayStation, da Sony

A variante Delta da Covid-19 está trazendo uma nova onda de casos da doença em alguns locais do mundo, inclusive na Ásia, onde a falta de componentes pode prejudicar a fabricação de milhões de eletrônicos, incluindo o iPhone, da Apple e o PlayStation, da Sony.

A maior fábrica de capacitadores de cerâmica multicamada (MLCC) do mundo, Murata Manufacturing Co, fechou uma de sus principais unidades em Kyoto, no Japão, após um novo surto da Covid-19. Além disso, outras fabricantes do componente também estão tendo sua produção prejudicada.

Os capacitadores de cerâmica são fundamentais na fabricação de diversos dispositivos eletrônicos. Segundo um artigo de Jiyoung Sohn, ao The Wall Street Journal, a principal preocupação é que a falta dos componentes prejudique a produção assim como ocorreu com os semicondutores, que também ficaram em falta durante a pandemia.

No entanto, alguns analistas argumentam que a produção de MLCC no mundo é maior do que a de semicondutores e que a queda da fabricação de eletrônicos justamente pela falta dos componentes durante a pandemia da Covid-19 pode dar mais tempo para a indústria se recuperar da falta dos capacitadores.

Falta de componentes durante da pandemia da Covid-19

Capacitadores cerâmicos multicamadas são usados para armazenar energia elétrica e são considerados fundamentais na fabricação de aparelhos eletrônicos. A maior parte dessas peças são feitas na Ásia, principalmente no Japão, China e Taiwan.

“A oferta de MLCC permanecerá muito restrita”, explicou Forrest Chen, analista da TrendForce, empresa de pesquisa com sede em Taiwan ao The Wall Street Journal. A Murata explica que, apesar do fechamento da fábrica, vai tentar manter a produção em outras localidades, mas não garantiu o fornecimento nas mesmas quantidades de antes.

Você viu?

Uma fábrica na Malásia também reduziu em cerca de 80% sua produção após um novo surto no país. Além disso, em alguns locais há dificuldade no transporte dos componentes, já que existe a exigência de que os motoristas estejam vacinados contra a Covid-19 para entrarem em determinados países.

No momento, ainda não há confirmação de que alguma grande fabricante de eletrônicos teve sua produção prejudicada recentemente pela falta dos capacitadores.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

O post Covid-19: aumento de casos pode prejudicar produção de celulares e videogames pela falta de componentes apareceu primeiro em Olhar Digital .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários