Como doar para vítimas no Rio Grande do Sul
Douglas Ciriaco
Como doar para vítimas no Rio Grande do Sul

Se você quer doar dinheiro para as vítimas das chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul, é possível fazer isso pela internet de forma rápida e segura. Entretanto, é importante ficar atento para os canais oficiais e legítimos de doação para evitar cair em golpes e perder dinheiro ao tentar ajudar a quem precisa neste momento de dificuldade. Além disso, agências dos Correios podem receber doações de produto — saiba tudo logo abaixo.

Como fazer doações para vítimas no Rio Grande do Sul

Conheça o canal oficial de doações do governo e também outras iniciativas para ajudar as pessoas atingidas pelas chuvas e inundações no Rio Grande do Sul.

Pelo canal oficial do governo do RS

O único canal oficial de doações do governo do Rio Grande do Sul é a conta SOS Rio Grande do Sul. Criada originalmente para arrecadar doações e auxiliar vítimas de temporais no estado em 2023, a linha de ajuda foi reativada na última semana.

-
Siga no Instagram : acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.
-

Os dados para doação são os seguintes:

  • Chave Pix CNPJ : 92.958.800/0001-38
  • Titular da conta: Associação dos Bancos no Estado do Rio Grande do Sul ou Banco do Estado do Rio Grande do Sul (podem aparecer as duas opções, informa o governo do RS)
  • Banco: Banrisul

Pelos Correios

Desde 6 de maio, agências dos correios de Paraná, São Paulo, Santa Catarina e parte das agêncais do Rio Grande do Sul estão recebendo doações de produtos como materiais de limpeza e higiene, rações para animais, roupas, alimentos para serem entregues às vítimas no estado. O envio é feito gratuitamente.

A lista das agências que recebem doações no Rio Grande do Sul e mais informações estão disponíveis em correios.com.br .

Pela CUFA

A Central Única das Favelas (CUFA) é uma organização sem fins lucrativos fundada em 1999 e que desenvolve trabalho social em vários estados do Brasil. Eles tem um canal de doações via Pix para auxiliar na reestruturação das residências atingidas pela água no RS:

  • Pix da CUFA: doacoes@cufa.org.br

Pelo Apoia.se

O site de financiamento coletivo Apoia.se se juntou às Cozinhas Solidárias do MTST para receber doações em dinheiro para amenizar a tragédia no estado do sul do Brasil. A ideia é produzir 2.400 marmitas todos os dias, que serão distribuídas entre vítimas e pessoas que trabalham nos resgates.

Doações internacionais

Se você está fora do país e ainda assim quer doar, o governo do RS disponibiliza três opções oficiais para receber valores em euro, dólar ou libra esterlina:

Em dólar americano:

  • Banco Standard Chartered - New York
  • Swift: SCBLUS33
  • Conta: 3544032986001
  • Banco beneficiário: Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A - Head office
  • Swift: BRGSBRRS
  • Beneficiário: ASSOCIAÇÃO DOS BANCOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
  • CNPJ: 92.958.800/0001-38
  • Iban: BR5392702067001000645423206C1

Em euro

  • Banco Standard Chartered - Frankfurt
  • Swift: SCBLDEFX
  • Conta: 007358304
  • Banco beneficiário: Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A - Head office
  • Swift: BRGSBRRS
  • Beneficiário: Associação dos Bancos no Estado do Rio Grande do Sul
  • CNPJ: 92.958.800/0001-38
  • Iban: BR5392702067001000645423206C1

Em libra esterlina

  • Banco Standard Chartered - London
  • Swift: SCBLGB2L
  • Conta: 01251596201
  • Banco beneficiário: Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A - Head office
  • Swift: BRGSBRRS
  • Beneficiário: Associação dos Bancos no Estado do Rio Grande do Sul
  • CNPJ: 92.958.800/0001-38
  • Iban: BR5392702067001000645423206C1

Magazine Luiza ajuda as vítimas do RS

O grupo Magazine Luiza já doou 1,5 mil colchões às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A gigante varejista brasileira também endossa que as doações sejam feitas pelo Pix oficial do governo federal.

Pelas redes sociais, a presidente do conselho da empresa, Luiza Trajano, explicou as ações que a empresa vem tomando para auxiliar as vítimas.

“Ontem, recebemos pedido de colchões às 17h em Gravataí, às 22h estávamos descarregando o caminhão com cem colchões”, comentou. “Liguei para o governador dizendo que temos disposição de ajudar, ele respondeu que a melhor forma é fazendo um Pix. Então, quer ajudar? Dê Pix”, finalizou.

Leia a matéria no Canaltech .

Trending no Canaltech:

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!