Segundo levantamento da rede social, usuários reagiram em 300 milhões de publicações no último ano; "Amei" foi utilizado em mais da metade dos casos

Brasil Econômico

Os brasileiros estão entre os usuários que mais utilizam os ícones de reações para expressar opiniões sobre posts no Facebook. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24), um ano após a rede social anunciar a chegada das opções alternativas às curtidas. De acordo com o levantamento, o Brasil ficou em 10º lugar em um ranking  com maioria de países da América Latina.

Leia também: Facebook anuncia recurso para usuários se candidatarem a vagas de emprego

Entre os países que mais usaram reações como "Amei", "Haha", "Uau", "Triste" e "Grr", estão México, Chile e Suriname. De acordo com o  Facebook , o levantamento analisa o número de reações por usuário em cada país, fazendo com que países com mais usuários na rede social, como Estados Unidos e Brasil, fiquem em posições inferiores no ranking. Segundo a plataforma, durante o último ano, o recurso foi usado em mais de 300 bilhões de publicações.

Facebook deve apresentar nos próximos meses a opção de reagir em comentários
Divulgação
Facebook deve apresentar nos próximos meses a opção de reagir em comentários

Leia também: Conheça sete formas de se manter seguro enquanto navega no Facebook

A reação "Amei" foi mais utilizada pelos usuários e esteve presente em mais da metade das ocasiões. Ainda de acordo com a rede social, o dia que mais registrou reações "Amei" em todo o mundo foi o Natal de 2016. No ano passado, a rede social usou algumas datas comemorativas para apresentar reações temporárias. No Dia das Bruxas, por exemplo, os ícones convencionais deram lugar a uma bruxa, um fantasma, um Frankenstein e uma abóbora.

Ao anunciar o novo recurso , o fundador da rede social, Mark Zuckerberg, explicou que as pessoas pediam há anos as pessoas pediam alternativas ao botão "Curtir". "Nem todo momento é um bom momento, e às vezes você quer apenas uma maneira de expressar empatia. Estes são momentos importantes em que você precisa ter o poder de compartilhar mais do que nunca, e o Curtir pode não ser a melhor maneira de se expressar", disse na ocasião.

As reações do Facebook também devem chegar nos próximos meses aos comentários. De acordo com relatos de usuários de países da Europa, a plataforma tem realizado testes para habilitar a opção em breve. Confira o ranking completo com os países que mais usaram as reações do Facebook.

  1. México
  2. Chile
  3. Suriname
  4. Grécia
  5. Paraguai
  6. Costa Rica
  7. Belize
  8. Estados Unidos
  9. Uruguai
  10. Brasil
    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.