Tamanho do texto

Com atualização, usuário pode assistir vídeos enquanto baixa o arquivo; a expectativa é que mudança ajude a economizar franquia de dados

O WhatsApp apresentou, nesta quarta-feira (23), uma atualização que traz um recurso discreto, mas que pode melhorar a experiência dos usuários com vídeos no serviço. O aplicativo de mensagens passa a permitir a reprodução de vídeos enviados nas conversas enquanto o arquivo é baixado para o celular. Assim como acontece no YouTube e outros serviços de streaming, o vídeo pode ser transmitido de forma instantânea, caso haja um bom sinal de internet.

+ WhatsApp se torna mais popular que chamadas de voz no Brasil, diz pesquisa

Atualmente, os usuários que desejam assistir vídeos no WhatsApp precisam baixar o arquivo completo. A expectativa é que a atualização ajude a economizar a franquia de dados do plano contratado pelo usuário, já que será possível parar o vídeo a qualquer momento e reduzir o consumo. Inicialmente, o recurso está disponível apenas para usuários do Android, segundo o site Mashable.

Recurso do WhatsApp deve ser liberado para usuários de outros sistemas operacionais nos próximos dias
ALV / Flickr
Recurso do WhatsApp deve ser liberado para usuários de outros sistemas operacionais nos próximos dias

+ Golpe promete mostrar conversas de outros usuários do WhatsApp

Segundo a página, a atualização já está disponível para usuários da Índia e deve ser liberada para usuários de outros sistemas operacionais nos próximos dias. O recurso ainda não foi disponibilizado na versão do aplicativo testada pelo Brasil Econômico (2.16.365). 

A novidade chega dias após o aplicativo apresentar um recurso que permite realizar chamadas de vídeo na plataforma. Com interface semelhante às videoconferências de plataformas como Skype e FaceTime, o recurso pode ser ativado ao tocar no ícone do telefone na barra superior da conversa.

+ WhatsApp libera chamadas de vídeo para Android, iOS e Windows Phone

Assim como as mensagens de texto, as ligações são totalmente criptografas para impedir o acesso de terceiros. A oferta de chamadas de vídeo deve ajudar a combater um golpe visto com frequência no app. Os cibercriminosos costumam usar o aplicativo de mensagens para enviar falsos convites para habilitar a funcionalidade no smartphone.

O WhatsApp também apresentou um recurso muito parecido com o Snapchat. A prática vem se tornando comum em serviços do Facebook. O aplicativo de mensagens permite incluir adesivos e desenhos nas fotos antes de enviá-las na conversa. O usuário pode girar e aumentar o tamanho das colagens. Além disso, é possível escrever sobre a foto.

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.