Tamanho do texto

Outra novidade do Google, mas não tão boa assim, é que a empresa vai tirar do ar a plataforma de mensagens Spaces a partir do mês de abril; veja

Aplicativo Meet, do Google, promete videoconferência em HD
Standard/shutterstock
Aplicativo Meet, do Google, promete videoconferência em HD


E o Google não para de surpreender. Na última quarta-feira (1) a gigante de tecnologia lançou um aplicativo de videoconferência que é voltado ao mundo corporativo. Chamado de Meet, ele permite que os executivos e funcionários de empresas façam reuniões de vídeo em High Definition (HD) e mesmo em fase de implementação, ele deve ser a mais nova ferramenta adicionada a lista de produtos empresariais da empresa conhecida como G Suite.

Leia também: Herdeiro da Samsung é indiciado por suborno à presidente da Coreia do Sul

Os interessados podem procurar o Meet para versão web e para o sistema operacional iOS. Porém, segundo as informações do TechCrunch e do The Next Web, o aplicativo apresenta versões diferentes para computador e celular.

Usar o Meet é simples, basta o usuário da plataforma G Suite digitar um código para ter acesso à sala de reunião virtual que está previamente agendada. Como é do Google que estamos falando o app de reunião em vídeo está integrado a conta de e-mail do Gmail e ao Google Agenda.

Para se diferenciar de seus concorrentes – o Skipe, por exemplo – é que ele é integrado ao sistema de produtividade do Google, e ao que tudo indica ele será adicionado ao G Suite sem custo adicional.

Leia também: MWC 2017 tem volta de "tijolão" da Nokia e apostas de Motorola e Sony

Acaba o Spaces

Conhecida pela velocidade em que desenvolve sistema, o Google também é rápido em desativar criações que não foram tão bem vistas pelos usuários. No final de fevereiro o player de tecnologia anunciou que vai aposentar o aplicativo de mensagens Spaces. Não tem um ano que ele foi lançado pela empresa.   Os usuários do app têm até dia 17 de abril para usar o serviço.

A desistência de atualizar o sistema deve ter sido pelo pouco sucesso da ferramenta perante os fanáticos por mensagens online, já que o Spaces  teve menos de 5 milhões de downloads no Google Play. Entretanto era um aplicativo útil para colocar ordem em grupos em grupos de bate-papo. Ele criava espaços por temas e discussões.

A partir desta sexta-feira (3) o aplicativo passa a ter apenas modo de leitura, sem permitir troca de mensagens. Então corra para salvar as conversas armazenadas do app e não perder nada.

Leia também: Macintosh II: moderno para a época, computador da Apple completa 30 anos

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.