Tamanho do texto

Woman Interrupted é capaz de contar de forma exata quantas vezes uma mulher foi interrompida em sua fala durante uma conversa ou reunião

Woman Interrupted é aplicativo capaz de contas quantas vezes um homem impede uma mulher de falar
Divulgação
Woman Interrupted é aplicativo capaz de contas quantas vezes um homem impede uma mulher de falar


Quantas vezes em uma conversa informal entre amigos ou colegas de trabalho, você mulher foi interrompida por um homem? Incontáveis vezes e esse tipo de prática, chamada de Manterrupting, é considerada uma forma de violência contra mulher.  Muitos acham bobagem, mas isso acontece com muita frequência e para evidenciar isso a agência BETC desenvolveu um aplicativo capaz de contar quantas vezes um homem interrompe uma fala feminina.

Leia também: Empresário cria aplicativo para ajuda jurídica e contratação de advogado

Um exemplo mais recente sobre essa prática nada educada nem tampouco que promove a igualdade de gêneros foi a do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. No primeiro debate entre ele e a candidata Hilarry Clinton, ela foi interrompida exata 51 vezes por Tramp. A intenção do aplicativo , que leva o nome Woman Interrupted é contas quantas vezes uma mulher é impedida de falar ou é interrompida por um homem.

Em nota enviada à imprensa, a BETC informou que a intenção é chamar pela necessidade de ser parar com a prática de Manterrupting, além de conscientizar o público masculino que acha normal essa postura, isso quando assume que tem o costume de praticá-la.  “À primeira vista, pode parecer um problema pequeno, mas que reflete questões mais profundas da desigualdade de gênero no trabalho e na sociedade. O aplicativo é uma forma de mostrarmos que, na verdade, a interrupção é real e alarmante”, afirmou à sócia- fundadora e Co-CEO da BETC, Gal Barradas.

Leia também: Aplicativo facilita a vida de quem precisa comprar medicamentos

Como funciona

Segundo a empresária, o app foi criado para ser utilizado em reuniões, porém pode ser usado em qualquer lugar. Basta à usuária registrar sua voz na plataforma e quando necessário acionar o sistema e contabilizar por quantas vezes foi interrompida por um homem.  Ele também é capaz de identificar timbres femininos e apontar quantas vezes uma pessoa do sexo oposto não deixou uma mulher concluir a sua fala.

“Nós, mulheres, lutamos diariamente para conseguirmos nosso espaço no mercado e o direito de nos expressar. Quando chegamos lá, o Manterrupting faz reduzir nossa participação”, explica. “Queremos que os homens se perguntem: será que estou fazendo isso sem perceber? Afinal, do que adianta ter mais mulheres em uma sala de reunião se ninguém escuta o que elas têm a dizer?”, enfatizou Gal.

O Woman Interrupted faz análises em tempo real e transforma as interrupções em dados. Nenhuma conversa fica registrada no aplicativo, apenas o número de interrupções, duração e data. Ele é gratuito e está disponível para Android e iOS e futuramente a empresa presente apresentar um overview dos dados coletados ao redor do mundo pelo app.

Leia também: Macintosh II: moderno para a época, computador da Apple completa 30 anos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.