Tamanho do texto

Com os novos assinantes, Felipe Neto superou o 5incominutos e chegou ao sexto lugar entre os canais com o maior número de inscritos no Brasil

Felipe Neto soma mais de 1 bilhão de visualizações totais no YouTube
Reprodução/Youtube
Felipe Neto soma mais de 1 bilhão de visualizações totais no YouTube

Um dos primeiros youtubers do Brasil, Felipe Neto ultrapassou a marca de 11 milhões de inscritos em seu canal do YouTube. Com a nova marca, ele se aproximou do top 5 com maior número de assinantes, ficando agora na sexta colocação.

Leia também: Para concorrer com YouTube, Facebook planeja lançar conteúdos em vídeo

Os novos inscritos no canal de Felipe Neto fizeram com que ele ultrapassasse o canal 5incominutos, de Kéfera Buchmann, que agora fica com o posto de sétimo maior canal do YouTube no Brasil. 

Felipe Neto agora está proximo de alcançar o canal Rezendeevil, que tem pouco mais de 11,6 milhões de inscritos em seu canal, onde publica vídeos sobre games e também alguns materiais no estilo de "vlogs".

Além de Rezendeevil, ainda estão à frente de Felipe Neto no ranking de inscritos os canais Whinderssonnunes, com 20 milhões de assinantes, Canal Kondzilla, com 14 milhões de inscritos, Porta dos Fundos, com 13 milhões e Canal Canalha, com 12,8 milhões.

Leia também: YouTube anuncia lançamento de vídeos em 360º para Smart TV

Apesar de estar próximo dos líderes no ranking de inscritos, Felipe Neto ainda está distante quando é feita uma avaliação por total de visualizações. Os primeiros colocados são Canal Kondzilla e Galinha Pintadinha, que já passaram de 5 bilhões de views. Neste quesito, Felipe Neto soma pouco mais de 1 bilhão.

Novidades do YouTube

Mesmo com o grande sucesso dos youtubers, a plataforma de vídeos do Google está inovando cada vez mais para não depender apenas deles. Neste mês, a empresa anunciou que deve produzir até 40 programas originais ao longo de 2018. Apesar do grande investimento, nem todos os materiais serão disponibilizados apenas para assinantes da versão paga da plataforma.

Leia também: YouTube reduz pirataria musical em 29%, aponta estudo

Segundo informações divulgadas pela Bloomberg, ao menos seis destes programas poderão ser assistidos de maneira gratuita no site do Google. O YouTube deve investir em programas com orçamento entre US$ 3 milhões e US$ 6 milhões por hora. No último ano, a empresa já havia criado 30 conteúdos originais para a versão paga. Alguns nomes de peso, como Katy Perry, Ellen DeGeneres, Kevin Hart e os comediantes Rhett e Link, devem fazer parte das produções.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.