Tamanho do texto

Levantamento da MindMiners também revelou que o Google é o local mais acessado por quem busca informação e o YouTube, para entretenimento

Brasil Econômico

O WhatsApp é o meio de comunicação mais usado pela geração Millennial, isto é, as pessoas nascidas entre o começo dos anos 80 e o fim dos anos 90. A constatação foi feita após pesquisa da especialista em big data, MindMiners, a pedido do serviço de pagamentos PayPal. Segundo o levantamento, o aplicativo de mensagens é usado por 91,7% dos entrevistas. Em seguida, estão Facebook e YouTube (86,7%) e Google (85%).

Leia também: Touch Screen: conheça diferentes métodos para deixar sua tela brilhando

Ao mesmo tempo em que o WhatsApp lidera, os jornais impressos são lidos por apenas 15,7% daqueles que participaram do estudo. A geração Millennial representa, atualmente, 20% da população mundial. No Brasil, a parcela é ainda maior. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são 58,7 milhões de pessoas entre 18 e 34 anos, que cresceram em uma era digital .

WhatsApp está entre os meios mais citados como fonte de entretenimento, segundo pesquisa da MindMiners
Shutterstock
WhatsApp está entre os meios mais citados como fonte de entretenimento, segundo pesquisa da MindMiners

Leia também: Compra em realidade virtual já é aguardada por 73% dos brasileiros

A pesquisa também analisou o uso de cada plataforma e chegou à conclusão de que o Google é o meio mais utilizado para quem busca informação (66,3%) e conhecimento/aprendizado (75,7%). Os entrevistados também citaram o Facebook (55%) e a televisão (51,3%) como fontes de informação. Neste caso, as revistas  foram lembradas por 7,7% das pessoas.

Entre os meios utilizados para adquirir conhecimento, também estão o YouTube (71,3%), a televisão (31,3%) e o Facebook (26%). Por outro lado, o Twitter teve apenas 5% das citações, seguido por jornais (7,3%), revistas e rádio (8,7%). Ao mesmo tempo, YouTube (81,7%),  Facebook (71%), WhatsApp (66%) e serviços de transmissão online (54%) foram os mais citados como fonte de entretenimento.

"Comunicar é um desafio constante para todos nós que trabalhamos nessa área. O que a pesquisa da MindMiners nos mostra é que esse desafio talvez seja ainda maior quando o público a ser impactado são os Millennials", explica Tania Magalhães, diretora de comunicação do PayPal para a América Latina. "Eles têm hábitos diferentes - até por terem nascido sob a égide da tecnologia e do mundo virtual".

Leia também: Entenda o que é criptografia e como ela está inserida no certificado digital

Para a gerente de atendimento da MindMiners, Katya Mora, o resultado da pesquisa e a proporção do uso de aplicativos como WhatsApp e redes sociais como o Facebook mostram que os Millennials são uma geração bastante interessante. "Até por serem mais egocentrados do que as gerações que os precederam, têm necessidade de praticidade. Ao mesmo tempo, são muito fiéis em relação a marcas/empresas que demonstram preocupações sociais e ambientais".

    Leia tudo sobre: Facebook YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.