Tamanho do texto

Com a nova funcionalidade, YouTube pode começar a oferecer um conteúdo mais regional, como, por exemplo, notícias de uma cidade para aquele local

YouTube deve começar a oferecer a função de busca por localização no Android, onde já apareceu em forma de código
YouTube
YouTube deve começar a oferecer a função de busca por localização no Android, onde já apareceu em forma de código

O YouTube deve ganhar em breve uma função que vai mudar a forma como os vídeos são pesquisados na plataforma. De acordo com o que indica uma versão recente do aplicativo para o sistema operacional Android, os usuários terão a possibilidade de pesquisar conteúdos por meio de sua localização.

Leia também: YouTube é acessado por 95% dos usuários de internet no Brasil

Este recurso já estava disponível há um tempo na API do YouTube exclusiva para os desenvolvedores do site. Apesar disso, não havia nenhum indício até então de que o aplicativo colocaria a funcionalidade em sua plataforma para toodos os usuários. 

Os criadores de conteúdo da plataforma de vídeos do Google já contam com a opção de compartilhara localizacão do vídeo enquanto fazem o upload do material. Apesar disso, não havia nenhuma utilidade para o recurso até o momento. Com a possibilidade da pesquisa com base na localidade, esta informação pode, finalmente, ter alguma explicação prática.

Leia também: Google decide transformar YouTube Red e Play Music em um único serviço

Esta nova função reforça o lado mais regional que a empresa pode tentar implementar. Por enquanto, as recomendações da plataforma são filtradas basicamente considerando o país de origem e o idioma do usuário. 

Uma das possibilidades da busca por localização é a apresentação de conteúdo relevante para a região. Será possível, por exemplo, que a plataforma direcione notícias de uma determinada cidade para os moradores do local. Isso pode fazer com que o site se torne ainda mais uma alternativa à televisão tradicional.

Até o momento, no entanto, este novo modelo de busca aparece apenas como uma indicação no código do aplicativo para Android, o que faz com que ainda não esteja liberada para uso dos usuários.

Leia também: YouTube decide remover ferramentas de edição de vídeo

Combate ao extremismo

Enquanto a função de busca baseada em localização não chega, o YouTube apresenta outras novidades. Na última terça-feira (1), a plataforma anunciou que vai passar a tratar conteúdos extremistas ou violentas de maneira mais dura, mesmo que eles não violem os termos de uso. A identificação dos vídeos será feita, principalmente, pela denúncia de usuários, que podem marcar conteúdos ofensivos.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.