Tamanho do texto

Com previsão de lançamento até o fim deste ano, Estação Hack utilizará um espaço de coworking na Avenida Paulista para oferecer cursos e workshops

Brasil Econômico

O Facebook divulgou nesta segunda-feira (28) o investimento em seu primeiro centro de inovação no mundo. Batizado de Estação Hack , o espaço deverá ser inaugurado até o fim do ano na Avenida Paulista, em São Paulo, como um local para estimular a formação na área de tecnologia, capacitar empreendedores e acelerar startups de alto impacto social. O local deverá abrigar cursos gratuitos e workshops sobre empreendedorismo e planejamento de carreira.

Leia também: Mark Zuckerberg anuncia nascimento de August, sua segunda filha

De acordo com o Facebook , o objetivo é colaborar para o desenvolvimento do ecossistema econômico e tecnológico no Brasil. Para isso, a empresa ajudará a capacitar jovens de baixa renda com cursos de programação e fornecer recursos para pequenos e médios empresários crescerem. O espaço é planejado para incorporar elementos do DNA da "cultura hacker" da empresa, com a premissa de que tudo pode ser aperfeiçoado de forma colaborativa.

Segundo vice-presidente do Facebook e do Instagram para América Latina, ideia é reforçar comprometimento com o Brasil
Marco Torelli/Divulgação
Segundo vice-presidente do Facebook e do Instagram para América Latina, ideia é reforçar comprometimento com o Brasil

Leia também: Como criar uma Live de áudio pelo Facebook

Com previsão de inauguração até dezembro, a Estação Hack terá uma área exclusiva dentro do espaço de coworking WeWork. "Queremos reforçar nosso comprometimento com o Brasil e, por isso, vamos fazer aqui um investimento inédito. Vamos ajudar a formar o jovem brasileiro para algumas das profissões do futuro, dentro de um ambiente de estímulo à inovação", disse Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook e do Instagram para América Latina.

"A Estação Hack é um investimento no futuro do Brasil. Queremos oferecer aos brasileiros que querem inovar as ferramentas para fazer isso", completou. O espaço deverá oferecer cerca de 7.400 bolsas por ano a jovens brasileiros nas áreas de programação, planejamento de carreira e gestão de empresas. Os cursos serão ministrados por parceiros da empresa. Entre eles, Mastertech, MadCode, Reprograma, JuniorAchievement e Centro de Empreendedorismo e Negócios da Fundação Getulio Vargas (FGVcenn)

Estação Hack deverá ser inaugurado até o fim do ano; espaço do Facebook oferecerá mais de sete mil bolsas por ano
Marco Torelli/Divulgação
Estação Hack deverá ser inaugurado até o fim do ano; espaço do Facebook oferecerá mais de sete mil bolsas por ano

Leia também: Saiba como visualizar o Status de um contato do WhatsApp pelo computador

Em parceria com a Artemisia, organização sem fins lucrativos pioneira no fomento de negócios, o Facebook deverá implementar um programa de aceleração de startups com potencial de alto impacto sobre a sociedade. A Estação Hack ainda abrigará sessões de programas de empreendedorismo e marketing digital da empresa, como o Impulsione Seu Negócio e o #ElaFazHistória, que desde 2015, já capacitaram mais de 200 mil pequenos e médios empreendedores brasileiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.