Tamanho do texto

Sem previsão de ser lançado para mais usuários, recurso exibe pontos em comum com pessoas próximas como cidade natal e local de trabalho

Em breve, o Facebook poderá exibir mais informações sobre desconhecidos que compartilham algumas amizades com você. De acordo com o "Mashable", a rede social está realizando testes com o recurso "Coisas em comum", que mostra os interesses em comum com amigos de amigos com o objetivo de incentivar novas amizades. Segundo o site, não se sabe há quanto tempo a plataforma realiza os testes e se realmente há o objetivo de levar a opção para mais pessoas.

Leia também: Facebook cria solução para oferecer mais realismo às fotos em 360 graus

O recurso testado pelo Facebook exibe um botão para você saber mais sobre os amigos de seus amigos. Após a opção ser aberta, a página exibe uma área com a lista de amizades de determinada pessoa e as informações básica de cada perfil. A plataforma ainda destaca os pontos em comum, como cidade natal, local de trabalho e páginas curtidas.

Página do Facebook exibe área com lista de sugestões de amizades baseadas nos interesses em comum
Reprodução
Página do Facebook exibe área com lista de sugestões de amizades baseadas nos interesses em comum

Leia também: Facebook vai inagurar escola de inovação e empreendedorismo em São Paulo

Ainda não está claro o método utilizado para a rede social para destacar sugestões de amizades. Segundo o "Mashable", a lista começou exibindo perfis de pessoas com muitos amigos em comum, passou para pessoas do trabalho, mas também destacou interesses em comum com amizades já existentes. Por se tratar de um teste da plataforma, é possível supor que este não é o objetivo do recurso.

Por meio de comunicado enviado ao site, a rede social não negou a existência dos testes e procurou se adiantar ao dizer que o recurso respeita as configurações de privacidade definidas por cada usuário. Como lembra o "Mashable", o fato de a rede social tentar aumentar as interações entre os usuários não é uma surpresa. O próprio CEO e fundador da plataforma, Mark Zuckerberg, já divulgou as intenções em um post publicado há alguns meses.

Leia também: Facebook anuncia mudança para mostrar mais memórias para os usuários

"Acredito que há muito dessa ideia de que seus relacionamentos moldam seu caminho mais do que nós percebemos", escreveu Zuckerberg em sua conta no Facebook em maio. "Nós criamos sistemas de inteligência artificial para recomendar 'Pessoas que deve conhecer'. Mas seria tão importante quanto conectar você a pessoas que você deveria conhecer – mentores e pessoas fora de seu círculo que se importam com você e podem oferecer uma nova fonte de apoio de inpiração".

    Leia tudo sobre: Facebook Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.