Tamanho do texto

Segundo diretor de inovações da empresa, esforços serão direcionados para a conectividade; operadora não tem planos de oferecer serviços de voz

A operadora Vecto Mobile recebeu autorização da Agência Nacional de Telecomunicações ( Anatel ) para atuar como uma operadora virtual de telefonia celular , isto é, uma empresa que utiliza a infraestrutura já existente para lançar um serviço com sua marca. Com foco total em conectividade para Internet das Coisas, esta é a quinta operadora do tipo Full MVNO (Mobile Virtual Network Operator ou Operadora Móvel com Rede Virtual) a obter a licença no Brasil.

Leia também: Facebook pretende destacar interesses em comum com amigos de amigos

Com a licença, a Vecto Mobile pode explorar o serviço móvel pessoal em todas as áreas de registro do país. "Somos uma operadora de telefonia móvel 100% brasileira, nascida para atender lacunas de serviços de nicho não cobertos pelas operadoras móveis tradicionais, como os projetos baseados em Internet das Coisas por meio da comunicação M2M [Machine to Machine]", diz Gerson Rolim, diretor de inovações da empresa. Segundo ele, o foco da operadora é somente na conectividade e não há planos para oferecer serviços de voz.

Vecto Mobile deve atuar nos mercados de máquinas de cartão de crédito, monitoramento veicular, carros conectados, etc.
Divulgação
Vecto Mobile deve atuar nos mercados de máquinas de cartão de crédito, monitoramento veicular, carros conectados, etc.

Leia também: Como criar uma assinatura do Gmail no computador e no celular

A operadora se junta às quatro empresas que já atuam nesta categoria – Porto Seguro Telecom, Datora, EUTV (que opera para o consumidor como Correios Celular) e Terapar – para realizar projetos nos mercados de máquinas de cartão de crédito, monitoramento de veiculos, carros conectados, agronegócio, automação industrial, segurança, seguros e rastreamento. Um dos projetos, por exemplo, permite acompanhar o trajeto de bagagens, cargas e pessoas em qualquer lugar do mundo.

"As empresas começam a perceber os benefícios da Internet das Coisas, pois a tecnologia já apresenta sensores mais baratos e mais poderosos, tecnologias de segurança e softwares inteligentes que podem ser embutidos nos dispositivos conectados, e conectividade cada vez mais rápida e onipresente", diz Rolim.

Leia também: Robôs aumentam polarização dos debates nas redes sociais, diz pesquisa

A solução da Vecto Mobile se baseia em um cartão SIM que pode ser incorporado ao hardware de dispositivos móveis inteligentes, como eletrodomésticos, tablets e smartphones. Entre as características, estão a possibilidade de atualização remota , que permite enviar ao cartão atualizações, correções e novas funcionalidades sem a necessidade de substituição ou descarte, e a tecnologia embarcada , que prevê a inserção do cartão no dispositivo desde sua fabricação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.