Tamanho do texto

Realizado em parceria com a Artemisia, programa pretende selecionar dez startups que tenham o potencial de gerar transformações em larga escala

Brasil Econômico

O Facebook pretende selecionar dez startups para atuarem na Estação Hack, o primeiro centro da empresa voltado para a inovação , em São Paulo. Com foco em negócios de alto impacto social, o programa busca empresas que usem dados intensivamente em suas soluções e que tenham o potencial de gerar transformações em larga escala para a sociedade. Para isso, serão escolhidas tanto equipes que possuem protótipos em fase de testes de mercado, quanto as que contam com produtos já lançados.

Além do Facebook , o programa é realizado pela Artemisia, organização sem fins lucrativos que atua no fomento de negócios de impacto social no país. Segundo as empresas, a seleção se concentra em startups que possuem soluções seis temas: empregabilidade, educação, segurança de dados, engajamento cívico, serviços financeiros – voltados para a inclusão ou educação financeira – e microempreendedorismo.

Startups escolhidas por programa de aceleração do Facebook serão residentes na Estação Hack
Marco Torelli/Divulgação
Startups escolhidas por programa de aceleração do Facebook serão residentes na Estação Hack

Leia também: Saiba por que o novo limite de caracteres do Twitter só chegará a alguns países

As escolhidas se tornarão residentes do espaço durante seis meses e terão acesso à estrutura e as ferramentas oferecidas pelo Facebook. O programa também prevê mentoria de especialistas e apoio na definição do modelo de negócios. "Sabemos que a tecnologia pode transformar a vida das pessoas, mas nem sempre elas têm as ferramentas que precisam para desenvolver suas soluções", diz Eduardo Lopes, coordenador da Estação Hack.

Segundo a diretora-executiva da Artemisia, Maure Pessanha, "os selecionados serão desafiados a formatar seus modelos de negócio e refinar o próprio impacto social. O objetivo é desenvolver os empreendedores em nível pessoal e profissional, para alcançarem o maior potencial de impacto possível". As inscrições para o programa de aceleração de startups da Estação Hack podem ser feitas até o dia 29 de outubro.

Leia também: Conheça o Pelando, aplicativo que reúne centenas de promoções em um só lugar

Divulgada pelo Facebook no fim de agosto, a Estação Hack deverá ser inaugurada até o fim do ano na Avenida Paulista, em São Paulo. O espaço abrigará cursos gratuitos e workshops sobre empreendedorismo e planejamento de carreira. Segundo a empresa, o objetivo é colaborar para o desenvolvimento econômico e tecnológico do país. Além do programa de aceleração, serão oferecidas bolsas para milhares de jovens brasileiros em diversas áreas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.