Tamanho do texto

Rede social deverá exibir lista privada com todas as publicações salvas pelo usuário; funcionalidade retoma opção descontinuada atualização de 2015

Brasil Econômico

Área de 'Favoritos' do Twitter deverá aparecer na barra lateral da plataforma em dispositivos móveis
Reprodução
Área de 'Favoritos' do Twitter deverá aparecer na barra lateral da plataforma em dispositivos móveis

O Twitter estuda recuperar um antigo recurso que permitia aos usuários salvar diversos tuítes para serem usados depois. A previsão é que a nova versão da funcionalidade, que deverá ser chamada de "Favoritos", conte com uma seção responsável por exibir todas as publicações salvas de forma privada. Antes representada pelo ícone da estrela, a opção para favoritar tuítes foi substituída, em 2015, pelo botão de curtir, que utiliza o ícone de coração.

Leia também: Dona de rival do WhatsApp, Tencent supera Facebook em valor de mercado

A revelação foi feita por Tina Koyama, designer de produto do Twitter , e indica que os tuítes poderão ser acessados por meio do menu lateral da plataforma em dispositivos móveis. "Vocês nos indicaram que querem que os tuítes favoritados devem ser privados, para que só vocês possam vê-los. Mantivemos isso em mente ao criar os desenhos para o recurso", disse Tina em sua conta na rede social.

Leia também: Saiba por que o novo limite de caracteres do Twitter só chegará a alguns países

O desenvolvimento do recurso já havia sido anunciado no início de outubro pela gerente de produtos da rede social, Jesar Shah, quando chegou, em fase de testes, para um grupo de usuários. Na ocasião, uma demonstração do recurso havia sido divulgado na própria plataforma. Para salvar um tuíte, bastava tocar sobre o ícone de mais opções – os três pontos na parte inferior da publicação – e selecionar a opção "Adicionar aos Favoritos".

Depois disso, o tuíte era armazenado em uma lista que poderia ser acessada por meio de uma seção na barra lateral com os itens favoritos. Por não se tratar de uma versão definitiva, o recurso poderá sofrer alterações antes de chegar aos demais usuários. Na ocasião, o diretor de produtos da rede social, Keith Coleman, afirmou que a opção de favoritar tuítes era uma das mais pedidas pelos usuários.

Leia também: Twitter diz por que conta de Trump não foi punida após ameaça à Coreia do Norte

Enquanto o recurso de favoritar não é relançado oficialmente, a única forma de salvar tuítes passa pelo botão de curtir. As publicações ficam armazenadas em uma lista que pode ser visualizada em sua página de perfil. O problema é que as informações ficam disponíveis publicamente para todos, a pessoa que publicou o tuíte fica sabendo que você curtiu e, em algumas ocasiões, é enviada para seus seguidores como notificação.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.