Tamanho do texto

Sem data específica, Apple diz que alteração vale para a App Store, iTunes Store, iBooks Store, Apple Music e Armazenamento do iCloud; confira

Brasil Econômico

Artigos do Grupo da Morte foram já foram lidos mais de 2 milhões de vezes no site da 'Novaya Gazeta'
Flickr/magicatwork
Artigos do Grupo da Morte foram já foram lidos mais de 2 milhões de vezes no site da 'Novaya Gazeta'

A Apple anunciou, nesta quinta-feira (7), que começará a aceitar pagamentos em reais (R$) em suas lojas e serviços online. A novidade, que chegou aos usuários através de um e-mail, ainda não tem data específica, mas o comunicado informa que a decisão deve ser introduzida no início de 2018. 

Leia também: YouTube divulga lista com os vídeos mais assistidos de 2017; confira

De acordo com o e-mail, as lojas que aceitarão a moeda são a Apple Music, a iTunes Store, a App Store e a iBooks Store e Armazenamento do iCloud.

A novidade deve poupar milhares de usuários de dispositivos iOS de fazer a conversão do real em dólar, que, com as alterações da cotação, acabava oscilando muito os preços dos conteúdos de música, livro, filme e os serviços de aplicativos e assinaturas. Confira abaixo o texto enviado:

“No início de 2018, a moeda da App Store, iTunes Store, iBooks Store, Apple Music e Armazenamento do iCloud será alterada de dólares (USD) para reais.

Após a mudança, qualquer encomenda ou assinatura será cobrada em reais. Caso ocorra algum problema em suas compras, entre em contato conosco”.

Até o momento, a empresa não divulgou os preços em real dos produtos e serviços.

Leia também: Plataforma de segurança da informação monitora e 'evita' corrupção em empresas

Telas dobráveis

No dia 28 de novembro, o Brasil Econômico divulgou  que a Apple tinha registrado uma patente no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (USPTO, na sigla em inglês), anunciando que a empresa de tecnologia tem desenvolvido telas dobráveis para os futuros dispositivos do selo.

Leia também: Roteador em um ponto alto melhora o sinal Wi-Fi? Veja como melhorar sua conexão

Sem muitas especificações, a patente da Apple comunica que a mudança poderá ser aplicada em um notebook, um tablet, ou telefone, ou outro dispositivo eletrônico. De acordo com o site  The Next Web, é mais provável que o smartphone seja o alvo da marca, uma vez que a sua principal concorrente, a Samsung, pode lançar - já no ano que vem - um smartphone dobrável, segundo a  Bloomberg

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.