Tamanho do texto

Com as pontuações acumuladas, os estudantes podem conseguir descontos em ingressos de cinema e até mesmo em produtos da Amazon; confira

Brasil Econômico

Pontos acumulados no aplicativo Hold também podem ser convertido em doação para crianças carentes; veja
Reprodução/Hold
Pontos acumulados no aplicativo Hold também podem ser convertido em doação para crianças carentes; veja

Ter um smartphone à mão pode fazer com que muita gente se desconcentre durante as aulas. Aquela ‘olhadinha’ nas mensagens do WhatsApp ou no últimos stories postados pelos amigos no aplicativo Instagram, por exemplo, pode ser irresistível, certo? Tal situação contribuiu para o insight dos criadores do aplicativo Hold .

Leia também: Facebook desiste de lançar "Explore Feed", linha do tempo especial para notícias

Lançado no Reino Unido, após sucesso na Escandinávia, o curioso aplicativo propõe um exercício para que os alunos se acostumem a deixar de lado o smartphone e prestem mais atenção na sala de aula ou nos estudos em casa. Ao ativar o app, a plataforma inicia uma espécie de cronômetro de 20 minutos e, se o estudante conseguir ficar esse tempo sem mexer no celular, ele ganha um pontinho.

Ok, mas por que correr atrás de pontos no Hold? Bom, as pontuações acumuladas podem ajudar os alunos a conseguir descontos e até mesmo brindes em estabelecimentos como a Amazon e uma famosa rede de café do Reino Unido chamada Caffè Nero. Já com a companhia de cinema Vue, o estudante pode conseguir descontos em ingressos e até mesmo garantir uma pipoquinha grátis para a sessão.

Além desses benefícios, o estudante que tiver interesse também pode doar seus pontos acumulados e fazer uma boa ação, basta trocar os bônus conquistados por livros escolares que são entregues pela UNICEF para crianças carentes.

Como sei que estou melhorando? O Hold também oferece um quadro de estatísticas para que o usuário meça seu desempenho em relação às ‘olhadinhas’ e se policie sobre o ‘vício’.

Leia também: Para evitar spam, WhatsApp poderá avisar se uma mensagem veio de outra conversa

Além das universidades

De acordo com a publicação feita pelo portal internacional The Next Web, os desenvolvedores do Hold planejam levar o aplicativo para locais além do ambiente acadêmico, como locais de trabalho e outros lugares de educação, incluindo escolas e cursos. Atualmente, o app não está disponível no Brasil, embora o seu download já seja permitido.

Leia também: "iPhone gigante" de 6,5 polegadas pode ser lançado pela Apple até o final do ano

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.