Tamanho do texto

Com mudança na plataforma, pais poderão bloquear filme com classificação livre se entenderem que o seu conteúdo não é adequado para as crianças

Netflix permitirá que pais especifiquem quais títulos serão bloqueados com uma senha de quatro dígitos
Reprodução
Netflix permitirá que pais especifiquem quais títulos serão bloqueados com uma senha de quatro dígitos

Um novo recurso da Netflix deverá oferecer mais autonomia para quem utiliza a ferramenta de controle dos pais para evitar que crianças assistam a conteúdos inadequados. A plataforma de streaming liberou a opção de usar PINs, isto é, uma senha de quatro dígitos, para filmes e programas específicos como um complemento à classificação indicativa.

Leia também: Aplicativo dá pontos e prêmios a alunos que ficarem sem 'conferir' o celular

Assim, os pais poderão bloquear um filme que tenha classificação livre se entenderem que o conteúdo não é adequado para seus filhos. Além da melhoria na ferramenta de controle dos pais, a  Netflix também anunciou que passará a exibir classificação etária logo no início de filmes e séries para os pais estarem totalmente cientes do que as crianças estão assistindo.

Leia também:Conheça a capa que transforma a traseira do iPhone em um Mini Game

"Entendemos que cada família é diferente e que os pais têm diferentes perspectivas sobre o que eles acham apropriado para assistir em idades diferentes", disse Mike Hastings, diretor de conteúdo da plataforma. A novidade será exibida na área já existente de controle dos pais, que já permite definir o PIN e o nível de maturidade – crianças pequenas, crianças mais velhas, adolescentes e adultos.

Nela, será possível especificar alguns títulos para serem bloqueados com o PIN. Em comunicado, a empresa afirmou que as duas mudanças anunciadas serão liberadas nos próximos meses para todos os dispositivos e mercados em que a plataforma está presente.

Streaming da Disney?

Como lembra o site The Verge , a preocupação da plataforma com ferramentas para pais pode ter relação com a chegada iminente de um serviço de streaming de vídeo da Disney, que deverá se concentrar nesse público. Desde 2016, as duas empresas contam com um acordo de liberação de filmes.

Leia também: Facebook desiste de lançar linha do tempo exclusiva para notícias

A Disney, no entanto, já anunciou que começará o processo de encerramento do contrato com filmes que serão lançados em 2019. A Netflix deverá manter os filmes lançados até lá, mas já trabalha em melhorias de recursos e de conteúdo para manter pais e filhos na plataforma e evitar maiores prejuízos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.