Tamanho do texto

Segundo o portal Android Police, ao que tudo indica, o modo Picture in Picture é ativado pelos donos dos canais, o que explica por que alguns conteúdos podem ser assistidos em segundo plano e outros, não; confira

Brasil Econômico

Ao que tudo indica, o modo PiP é ativado pelos donos dos canais do YouTube
Pixabay/Creative Commons
Ao que tudo indica, o modo PiP é ativado pelos donos dos canais do YouTube

Já aconteceu alguma vez de você estar assistindo algum conteúdo do YouTube e aparecer uma notificação de outro app e, então, você se questiona se vale a pena pausar o vídeo para checar aquela outra coisa? Pois, de acordo com o portal internacional Android Police , essa "dúvida" pode estar perto do fim.

Leia também: Carro autônomo da Uber "viu" vítima que atropelou e matou, mas decidiu não parar

Isso porque a plataforma de vídeos está testando o modo Picture in Picture (PiP), que permite os usuários de Android assistirem a um vídeo em um canto da tela do celular enquanto usam outro aplicativo simultaneamente. O recuso foi introduzido pelo Android Oreo e apenas está disponível para quem tem uma conta no YouTube Red.

Alguns leitores do site internacional disseram ao portal que somente alguns vídeos do site estão com o Picture in Picture ativado. Além disso, foi constatado que videoclipes no modo PiP estão apenas disponíveis para assinantes Red.

Leia também: "Pegadinha do Esquilo" trava WhatsApp e pode provocar danos no seu celular

Segundo o portal, ao que tudo indica, o modo PiP é ativado pelos donos dos canais, o que explica por que alguns conteúdos podem ser assistidos em segundo plano e outros, não.

No momento, o Red é uma opção apenas para os usuários dos Estados Unidos, Austrália, México, Coreia do Sul e Nova Zelândia. Uma das principais vantagens do serviço de streaming é que a plataforma não contém anúncios e permite o download dos conteúdos, além do PiP já citado.

Para o iOS

Uma atualização liberada em janeiro para os usuários de iOS, a partir da versão 2.18.11, foi lançada pelo WhatsApp e permite a integração do app de mensagens com o de vídeo . Assim, os usuários que receberem algum link da plataforma de vídeos podem continuar conversando com seus contatos sem deixar de assistir ao vídeo recebido, graças ao já citado PiP.

Leia também: Que tal criar GIFs personalizados? Google está testando recurso para usuários

O objetivo da atualização foi permitir que os usuários continuem respondendo às mensagens enquanto assistem ao YouTube sem ficar recebendo aquelas notificações que aparecem em cima da imagem.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.