Tamanho do texto

Facebook decide seguir os passos do Android e do Instagram e mostrar tempo que usuário ficou no app, entrando para a era do "bem-estar digital"

Facebook também vai passar a mostrar quanto tempo usuário passa na rede social, assim como Android e Instagram já tinham anunciado que faraim
shutterstock
Facebook também vai passar a mostrar quanto tempo usuário passa na rede social, assim como Android e Instagram já tinham anunciado que faraim

O Facebook confirmou nesta sexta-feira que está criando uma ferramenta para mostrar quanto tempo cada usuário está passando na rede social. A descoberta foi feita pelo site TechCrunch que divulgou imagens do recurso "Your Time On Facebook" e obteve a confirmação com a companhia comandada por Mark Zuckerberg depois disso.

Leia também: Android P vai te ajudar a economizar bateria e dormir mais cedo; entenda como

A novidade promete mostrar quanto tempo o usuário passou no aplicativo nos últimos sete dias e calcular o tempo médio gastor por dia, mas também permitirá que cada dono de uma conta no Facebook estabeleça "um limite" de tempo diário para passar na rede social e receba um lembrete quando esse limite for ultrapassado.

Em nota oficial, a empresa comunicou que "estamos sepre trabalhando em novas formas para ajudar a garantir que o tempo das pessoas no Facebook seja um tempo bem gasto." Antes disso, porém, no começo do ano, o CEO Mark Zuckerberg já tinha dado declaração bem parecida traçando as metas para o ano de 2018.

Facebook não foi o primeiro

A empresa de Zuckerberg, porém, não tem nada de pioneira nesse sentido. A iniciativa entitulada "Time Well Spent" (tempo bem gasto, em português) foi criada pelo engenheiro Tristan Harris, um ex-funcionário do Google. Ele quer que as empresas de tecnologia parem de tentar viciar usuários para mantê-los presos o máximo de tempo possível dentro da lógica de economia da atenção e passem a defender o bem-estar digital.

Leia também: Instagram também vai passar a mostrar quanto tempo usuário está gastando no app

A influência de Tristan Harris, inclusive, pode ter sido uma das razões que vez do Google, através do seu novo sistema operacional que está sendo chamado provisoriamente de Android P, ser o primeiro a anunciar que disponibilizaria um recurso para que usuários de smartphones com o sistema do Google pudessem controlar quanto tempo estavam gastando em cada aplicativo instalado e pudessem estabelecer alarmes para interromper a inércia.

A partir daí, empresas como a Apple e o seu novo sistema operacional, o iOS 12, o YouTube e até mesmo o Instagram, que também pertence ao Facebook , também anunciaram ferramentas para incentivar o uso mais consciente e menos viciante da tecnologia. Agora é esperar para ver as novidades entrando em ação.

Leia também: Facebook cria ferramenta que "abre os olhos" de quem piscar na hora da foto

    Leia tudo sobre: Facebook aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.