Tamanho do texto

Novos módulos permitem transferência de até 14 filmes em HD por segundo e devem preparar os smartphones para a conexão 5G no futuro. Confira

Com nova tecnologia, smartphones que utilizarem a nova memória RAM da Samsung serão mais receptivos à aplicação de inteligência artificial
Divulgação/Samsung
Com nova tecnologia, smartphones que utilizarem a nova memória RAM da Samsung serão mais receptivos à aplicação de inteligência artificial

Nesta quarta-feira (18), a Samsung anunciou um novo tipo de memória RAM para smartphones que promete ganhos em velocidade e economia de bateria, com consumo até 30% menor. A nova memória RAM da Samsung tem novos módulos LPDDR5, que substituirão os atuais LPDDR4 e LPDDR4X, não só melhorarão o desempenho dos aparelhos como também os tornarão capazes de suportar a velocidade de conexão 5G e mais receptivos à aplicação de inteligência artificial no futuro.

Leia também: Estudante alemão cria "airbag para celular" que impede aparelho de cair no chão

Experimentos feitos pela fabricante mostraram que a nova memória RAM da Samsung suporta velocidade de transferência de até 6.4 Gb/s, o que possibilitaria o download de 14 filmes em resolução HD em apenas um segundo. A empresa sul-coreana ainda pretende oferecer uma versão um pouco menos potente, de 5.5 Gb/s, que já superaria as memórias presentes no Galaxy Note 8 (lançado em 2017) e no Galaxy S9 (apresentado em março deste ano).

Nova memória RAM da Samsung é mais rápida e econômica

Nova memória RAM da Samsung promete ser mais econômica e muito mais rápida
Divulgação/Samsung
Nova memória RAM da Samsung promete ser mais econômica e muito mais rápida

Em valores absolutos, o LPDDR5 representa um ganho de performance de 50% em relação ao LPDDR4 e ao LPDDR4X, que têm velocidade de transferência limitada a 4,26 Gb/s. A Samsung explica que essa evolução foi alcançada a partir da duplicação dos “bancos” de memória dentro da RAM. Enquanto os módulos mais antigos possuem apenas oito desses bancos, a nova memória deve oferecer 16 deles, o que permite ao processador do smartphone atingir velocidades mais altas e aproveitar seus recursos da melhor maneira possível.

Leia também: Atualização do WhatsApp vai tornar "silenciar contato" mais rápido e acessível

A economia de bateria , por sua vez, se deve a uma tecnologia que faz o chip da memória RAM adaptar sua voltagem ao uso do processador. Isso significa que o consumo de energia pelo aparelho vai variar dependendo do aplicativo utilizado ou tarefa realizada: na velocidade de transferência de 6,4 Gb/s, o consumo deve ser de 1,1 V; a 5,5 Gb/s, cairá para 1,05 V. Além disso, o novo módulo conta com um modo de “hibernação” mais agressivo do que o presente nas linhas LPDDR4, que corta o uso de bateria pela metade quando o smartphone não está sendo utilizado.

Previsão de chegada ao consumidor

Item tão minúsculo quanto a memória RAM pode fazer uma grande diferença no desempenho do smartphone, mas lançamento da Samsung ainda não tem data para estrear
Divulgação/Samsung
Item tão minúsculo quanto a memória RAM pode fazer uma grande diferença no desempenho do smartphone, mas lançamento da Samsung ainda não tem data para estrear

Leia também: Falha em celulares da Samsung faz dispositivos enviarem fotos sem permissão

A  nova memória RAM da Samsung , porém, ainda é um protótipo em desenvolvimento e não tem data de lançamento definida pela empresa, pelo menos por enquanto. O processo ainda deve levar algum tempo, já que os chips ainda não foram avaliados pelo JEDEC (Conselho Conjunto para Engenharia de Dispositivos de Elétrons, na sigla em inglês), que é responsável pelas padronizações no setor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.