Tamanho do texto

Capa protetora ativa molas através de sensor que percebe quando o celular está em queda livre. Assim, protótipo impede que celular quebre ao cair

Sistema patenteado por estudante alemão ativa airbag para celular sempre que aparelho está caindo. Engenhoca, porém só funciona em superfícies planas
Divulgação
Sistema patenteado por estudante alemão ativa airbag para celular sempre que aparelho está caindo. Engenhoca, porém só funciona em superfícies planas

Com o passar do tempo, smartphones se tornaram cada vez mais uma parte íntrinseca de nossas vidas. Hoje, é cada vez mais difícil encontrar alguém na rua que não esteja com um aparelho no bolso, na mochila ou mesmo na mão. Com essa adaptação, aprendemos a confiar nossas informações a esses dispositivos que ganharam cada vez mais valor. E, se eles passaram a carregar "cargas" tão importantes quanto um carro, por exemplo, nada mais justo que também fosse criado uma espécie de "airbag para celular".

Leia também: Agora é possível 'lançar' perguntas para seguidores no Stories do Instagram

Esse foi o raciocínio do estudante alemão Philip Frenzel da Universidade de Aalen. Decidido a dar um fim ao prejuízo sofrido quando nosso celular escapa de nossas mãos e cai no chão trincando a tela, quebrando os botões ou espatifando-se completamente, Frenzel criou e acaba de patentear justamente um " airbag para celular " que ele chama provisoriamente de AD (sigla em inglês para amortecimento ativo).

A ideia é tão interessante quanto simples. Numa espécie de case - a famosa capinha de celular -, o estudante acoplou sensores que percebem quando o celular está em queda livre. Nessa situação, o " case inteligente " ativa espécies de ganchos equipados com molas em cada um dos vértices do aparelho que impedem que o dispositivo se choque com uma superfície plana.

Leia também: Falha em celulares da Samsung faz dispositivos enviarem fotos sem permissão

No vídeo abaixo, você pode perceber que o celular equipado com esse "airbag" chega a quicar no chão. Tudo porque dessa forma, o dispositivo consegue dissipar a energia e reduzir o impacto até finalmente "pousar" em segurança, sempre suspenso pelas astes móveis. Repare também que após apanhar o aparelho do chão, o usuário pode recolher as molas de volta para o case e estará prontinho para ser usado novamente:


Airbag para celular não é imbatível

A ideia de Frenzel chegou a ser premiada pela Sociedade Alemã de Mecatrônica, mas por enquanto não passa de um protótipo que ainda não está à venda. A partir desse mês, porém, ele espera lançar uma campanha no site de financiamento coletivo Quickstarter com o objetivo de adquirir fundos para produzir e comercializar as primeiras unidades.

Leia também: Não é magia! Capa de invisibilidade do Harry Potter pode se tornar real em breve

Num primeiro momento, a ideia pode parecer a solução de todos os problemas, mas ela não evita alguns riscos como quando o celular cai na água ou quando o celular cai numa superfície irregular ou pontiaguda como na quina de uma mesa. Nesse caso, os usuários mais desatentos continuarão correndo o risco de terem seus aparelhos danificados mesmo se equipados com esse " airbag para celular ".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.