Tamanho do texto

Empresa comunicou a elevação dos preços dos três serviços, que são o plano básico, o de duas telas e HD e o mais completo, com quatro telas e Ultra HD

Netflix anunciou aumento dos preços do serviço no Brasil
Reprodução/Pixabay
Netflix anunciou aumento dos preços do serviço no Brasil

A Netflix anunciou nesta quinta-feira (14) que irá elevar os preços dos serviços no Brasil. O serviço de streaming comunicou que os reajustes serão de 10,05% e 21,10%, o que representa, em valores correntes, de R$ 2 a R$ 8.

Leia também: Caiu aí? Instagram, Facebook e WhatsApp enfrentam instabilidade em todo o mundo

Todos os três planos da Netflix  sofrerão reajuste de preço no País. É o primeiro aumento dos preços do maior serviço de streaming do mundo no Brasil desde 2017, quando a empresa mudou os preços dos planos Padrão e Premium, mas optou pela manutenção dos custos do plano básico. Antes disso, os preços do serviço haviam passado por mudanças em 2015 e em 2013.

Confira os novos preços de cada plano da Netflix

Plano Valor Antigo Valor atualizado Porcentagem de aumento
Básico: Tela única, sem HD R$ 19,90 R$ 21,90 10,05%
Padrão: Duas telas simultâneas, HD R$ 27,90 R$ 32,90 17,92%
Premium: Quatro telas simultâneas, Ultra HD   R$ 37,90  R$ 45,90 21,10%





O plano básico, que oferece ao usuário uma única tela e imagem sem HD, passa a custar R$ 21,90, um aumento de R$ 2, o que representa 10,05%. Já o segundo plano, que garante a utilização simultânea de duas telas, com imagem HD, salta de R$ 27,90 para R$ 32,90 (17,92%). O plano mais caro, que permite uso em quatro telas ao mesmo tempo, com imagem Ultra HD, passa de R$ 37,90 para R$ 45,90 (21,10%). É possível notar que o aumento é maior de acordo com o plano. O mais barato tem a menor alta, e o mais caro tem a maior.

"Mudamos nossos preços de tempos em tempos para continuar investindo no melhor do entretenimento, além de melhorar a experiência da Netflix para nossos membros no Brasil", justificou a empresa em comunicado.

A empresa de serviço de streaming  informou que também está proporcionando reajuste dos preços do serviço no México. Nos Estados Unidos, os preços já tinham sido elevados em janeiro , entre 13% e 18%. Lá, o plano mais popular aumentou de US$ 10,99 para US$ 12,99 por mês.

Recentemente, a empresa busca impulsionar suas produções originais, como "The Crown", "Black Mirror" e "Wild Wild Country", o que aumenta os custos de produção e até mesmo de publicidade, o que pode ser uma das razões da elevação de preço ao redor do mundo.

Leia também: Passa sua conta? Netflix perde quase US$ 200 mi por mês com empréstimo de logins

Segundo o último balanço trimestral, a Netflix conseguiu nove milhões de novos assinantes nos últimos 3 meses do ano passado, e tem atualmente 139 milhões de assinantes no mundo. A empresa opta por não divulgar o número de assinantes do serviço no Brasil. De acordo com os dados, foram mais de US$ 8 bilhões investidos em conteúdo no ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.