Tamanho do texto

Empresa anunciou o primeiro aumento de preço desde 2017 no País onde surgiu o que hoje é o maior serviço de streaming do mundo; confira valores

Preço da Netflix nos EUA aumentou pela primeira vez desde 2017
shutterstock
Preço da Netflix nos EUA aumentou pela primeira vez desde 2017

A Netflix subiu o preço da assinatura mensal nos Estados Unidos pela primeira vez desde 2017. Com a mudança, o preço da Netflix passa de US$ 12,99 (cerca de R$ 48,12) e US$ 15,99 (cerca de R$ 59,23) no País criador do serviço.

Leia também: Após protagonizar "desafio Bird Box", YouTube proíbe vídeos perigosos

A alta do preço da Netflix ocorre em um momento em que a empresa volta seus esforços para produções originais e busca expansão internacional. O plano padrão, mais barato, permite a utilização em dois dispositivos simultaneamente, enquanto o pacote mais completo libera uso simultâneo de até quatro aparelhos.

Os preços anteriores eram de US$ 10,99 (cerca de R$ 40,71) e US$ 13,99 (cerca de R$ 51,82), respectivamente. Há ainda o plano mais básico, que passa de US$ 7,99 (cerca de R$ 29,60) para US$ 8,99 (cerca de R$ 33,30).

Recentemente, a empresa busca impulsionar suas produções originais, como "The Crown", "Black Mirror" e "Wild Wild Country", aumentando os custos de produção e até mesmo publicidade.

Na divulgação de mudança de preço, a Netflix frisa que o preço no Brasil e no México, por enquanto, não será alterado. Outros países latinos, no entanto, sofrerão aumento de preço que acompanha a mudança estadunidense.

Leia também: 75% dos brasileiros usam aplicativos de redes sociais em seus celulares

Netflix está entre os aplicativos mais usados pelos brasileiros

Preço da Netflix, que é um dos aplicativos mais usados pelos brasileiros, aumentou nos EUA
Pixabay
Preço da Netflix, que é um dos aplicativos mais usados pelos brasileiros, aumentou nos EUA

Segundo pesquisa divulgada em dezembro de 2018 pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística ( Ibope ), as redes sociais são o tipo de aplicativo mais usados pelos brasileiros em seus smartphones.

O levantamento levou em consideração o comportamento de 2 mil internautas de todas as classes sociais e regiões do País. Entre eles, 75% disseram que as redes sociais são os aplicativos mais usados em seus celulares.

As redes sociais registraram liderença isolada, na frente por 29 pontos percentuais no ranking. Atrás delas, na segunda colocação, ficam os aplicativos de bancos, com 46% de uso, e apps de entretenimento (que incluem a Netflix ), que marcaram 41%. 

O quarto e o quinto lugar ficaram com os aplicativos de jogos e de notícias, que apresentaram 37% e 35% dos mais usados em smartphones, respectivamente.

Leia também: Ovo bate recorde de Kylie Jenner e se torna foto mais curtida do Instagram

Segundo a divulgação, a princípio, o preço da Netflix não será alterado no Brasil, embora países vizinhos deverão ser afetados pela mudança ocorrida nos Estados Unidos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.