Tamanho do texto

Comentários, fotos e outros dados foram expostos em servidores da Amazon

Na quarta-feira (3), especialistas da empresa de cibersegurança UpGuard apontaram que os dados de 540 milhões de usuários do Facebook ficaram expostos sem nenhum tipo de proteção em servidores da Amazon. Entre as informações vazadas estavam comentários, curtidas, fotos e até reservas de voos e hotéis.

Facebook
shutterstock
Dados de 540 milhões de usuários do Facebook ficam expostos

Leia também: Facebook e Instagram vão banir conteúdos nacionalistas e separatistas

Os especialistas da UpGuard descobriram conjuntos de dados de usuários do Facebook  armazenados sem nenhum tipo de proteção. As informações podiam ser acessadas por qualquer pessoa, sem a necessidade de senha. 

O maior bloco de dados estava vinculado à empresa mexicana Cultura Colectiva, que armazena publicamente na nuvem 540 milhões de dados de usuários coletados no aplicativo , incluindo comentários, reações e nomes de perfis.

Leia também: Senhas de usuários do Facebook e do Instagram foram lidas por funcionários

Facebook faz comunicado em reação ao vazamento de dados

Símbolo do Facebook, cadeados e digitais
shutterstock
Facebook faz comunicado sobre o vazamento de informações

O porta-voz do aplicativo fez um comunicado oficial sobre o assunto: "Uma vez alertados sobre o problema, trabalhamos com a Amazon para derrubar os bancos de dados. Temos o compromisso de trabalhar com os desenvolvedores em nossa plataforma para proteger os dados das pessoas".

Leia também: Caiu aí? Instagram, Facebook e WhatsApp enfrentam instabilidade em todo o mundo

"As políticas do Facebook proíbem o armazenamento de informações em bancos de dados públicos", o porta-voz concluiu durante o comunicado oficial.

*com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: Facebook Aplicativo