Retorno do horário de verão? Celulares adiantaram  relógios em uma hora outra vez
shutterstock
Retorno do horário de verão? Celulares adiantaram relógios em uma hora outra vez

Usuários de smartphones de todo o Brasil voltaram a se confundir durante a madrugada e manhã deste domingo (3) quando diversos aparelhos adiantaram o relógio em uma hora. O erro já havia acontecido em 20 de outubro , quando o horário de verão entraria em vigor.

De acordo com o Google, as alterações feitas pelo governo brasileiro no horário de verão impactaram o Banco de Dados Global da IANA (Autoridade para Atribuição de Números da Internet), sistema utilizado por celulares e outros dispositivos eletrônicos para a hora certa.

"Na prática, isso significa que alguns celulares possivelmente não tenham a informação necessária para evitar que o relógio dos aparelhos seja alterado automaticamente como se o horário de verão ainda estivesse valendo", afirmou a empresa em nota.

A primeira mudança no horário de verão aconteceu ainda no governo Michel Temer (MDB), quando ele  alterou a data de início do horário de verão do terceiro domingo de outubro para o primeiro domingo de novembro. Neste ano, o presidente Jair Bolsonaro decidiu revogar a medida .

Como em 20 de outubro, muitos usuários relataram nas redes sociais a mudança automática em seus celulares. A hashtag #horariodeverao e #quehorassão ficaram entre as mais comentadas no Twitter.

Confira relatos e memes


Você viu?

Para colocar o relógio do celular na hora certa, donos de aparelhos com sistema Android devem ir ao item "Configurar"; escolher a opção "Data e hora"; desmarcar a opção "Data e hora automáticas" e, por fim, colocar a hora correta.

Já os proprietários de iPhone (sistema iOS), devem entrar em "Ajustes"; depois escolher "Geral"; apertar na opção "Data e Hora"; desativar a opção "Automaticamente" na configuração do relógio e, finalmente, configurar o horário.

Mudança do horário de verão no Brasil

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então presidente Getúlio Vargas. O objetivo era aproveitar a iluminação natural dos dias mais longos para economizar energia e poupar recursos da matriz energética.

No ano passado, o Ministério de Minas e Energia divulgou estudo que apontava para a perda de efetividade do horário de verão. Segundo a nota técnica, a adoção de outros instrumentos regulatórios, como a tarifa branca e preço por horário, poderia ser mais eficaz.

Leia também: Hoje é o último dia para atualizar Iphone 5 e impedir que ele pare de funcionar

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, informou que o governo fez uma pesquisa que mostrou que 53% dos entrevistados pediram o fim do horário de verão . Não foram divulgados, entretanto, detalhes da pesquisa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários