Escritório da Huawei na China
Divulgação
Huawei foi empresa que mais depositou pedidos de patentes

A China ultrapassou pela primeira vez os Estados Unidos e se tornou a campeã mundial em pedidos de patentes , de acordo com dados de 2019 divulgados esta semana pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) da ONU.

Leia também: Golpe! Mais de 100 sites falsos prometem auxílio emergencial; saiba se proteger

O diretor-geral da organização, Francis Gurry, informou por meio de comunicado que "em 1999, o OMPI recebeu 276 solicitações da China , contra 58.990 em 2019, 200 vezes mais hoje do que há 20 anos". 

Ele explicou que o crescimento chinês se deu por uma vontade do governo de transformar a economia em “uma economia de maior valor agregado”. Ele destacou ainda o investimento público em inovação.

Esta é a primeira vez que os Estados Unidos ficam em segundo lugar. O país norte-americano liderava o ranking desde a criação do Tratado de Cooperação em Patentes do OMPI , em 1978. 

Depois de China e Estados Unidos, vêm Japão, Alemanha, Coreia do Sul e França. A Turquia ficou entre os 15 primeiros e foi destacada por Gurry pelo crescimento no número de pedidos. Atualmente, mais da metade dos pedidos de patentes são feitos por países asiáticos.

Leia também: Google proíbe aplicativo Zoom entre seus funcionários

O papel da Huawei

A empresa que mais depositou pedidos de patentes em 2019 foi a chinesa Huawei . Segundo relatório da OMPI, foram 4.411 pedidos no último ano, forte contribuição para a nova posição da China.

Em seguida no ranking das empresas que mais pediram patentes estão Mitsubishi, do Japão, Samsung, da Coreia do Sul, Qualcomm, dos Estados Unidos e Guang Dong Oppo, também da China.

    Leia tudo sobre: inovação

    Veja Também

      Mostrar mais