TikTok
Divulgação
TikTok deixa o território de Hong Kong


O TikTok anunciou, nesta segunda-feira (6), sua saída das lojas de aplicativos da Apple e da Google em Hong Kong . A decisão foi tomada depois que o governo anunciou novas medidas de segurança , que dão mais poder à China continental.


O anúncio do TikTok veio junto com a decisão de empresas como Google , Facebook e Twitter de não responder mais a pedidos do governo de Hong Kong sobre informações de seus usuários. A preocupação das companhias é de que a nova lei possa forçá-las a cumprir padrões de censura, enviando dados à China

O TikTok , por sua vez, foi mais longe e removeu de vez o aplicativo de Hong Kong, e o contexto explica a decisão da empresa. O aplicativo é propriedade da empresa chinesa ByteDance , que opera com o TikTok fora da China e com o Douyin , um app similar, dentro da China .

Recentemente, a ByteDance tem tentado separar cada vez mais os dois apps para se difundir internacionalmente, prometendo que o TikTok não compartilha dados dos usuários com o governo chinês - o que não pode ser dito sobre o Douyin. Com a nova lei, essa ação de privacidade fica mais difícil, por isso a decisão de remover o TikTok de Hong Kong.

As medidas da ByteDance, porém, não têm convencido países com sentimento anti-China. A Índia, por exemplo,  baniu o TikTok de seu território na última semana. Nesta segunda-feira, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse à Fox que está certamente avaliando banir o TikTok e outros aplicativos chineses do país.

    Veja Também

      Mostrar mais