Twitter testa bloqueio automático
Unsplash/Sara Kurfeß
Twitter testa bloqueio automático

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (1) os testes do chamado "modo seguro", recurso capaz de bloquear perfis automaticamente por sete dias para determinados usuários.

A nova ferramenta não tem a ver com o bloqueio de contas que ficam impedidas de postar por violarem as regras. O recurso que está em fase de testes está relacionado com a interação com usuários. É como se o Twitter previsse que alguém está te incomodando e desse "block" nesta pessoa antes mesmo de você tomar essa decisão ativamente.

Para realizar os bloqueios automáticos, o sistema vai considerar a linguagem usada em interações entre usuários, como respostas a tuítes. Se o algoritmo indentificar insultos ou tuítes repetitivos para uma pessoa, a conta será bloqueada automaticamente apenas para aquele determinado usuário. 

De acordo com o Twitter, se houver uma interação muito grande entre usuários, os bloqueios não ocorrerão. "Nem sempre vamos acertar e podemos cometer erros, portanto, os bloqueios automáticos do Modo Seguro podem ser vistos e desfeitos a qualquer momento em suas configurações", afirma comunicado da rede social.

Com o objetivo de promover um ambiente digital mais saudável, os testes do "modo seguro" estão feitos para "um pequeno grupo de pessoas" que usam a rede social no idioma inglês. Ainda não há data para que a novidade chegue a todos, embora o Twitter afirme que a expansão está em seus planos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários