Entenda erro que pode ter causado queda nas redes sociais
Bruno Ignacio
Entenda erro que pode ter causado queda nas redes sociais

Uma razão apontada como possível causa da instabilidade no WhatsApp, Facebook e Instagram nesta segunda-feira (4) é o chamado 5xx Server Error, ou “Erro 500”.  O problema ainda não foi explicado oficialmente, mas os usuários que tentam acessá-las encontram esse erro e não conseguem utilizar as plataformas 

O aviso de "5XX Server Error" significa, de forma simples, que o problema está sendo ocasionado por uma falha nos servidores do serviço. Na prática, o erro ocorre quando o servidor, ou seja, o computador central, não consegue completar a solicitação do usuário e, por isso, não tem como exibir a informação desejada. No caso do WhatsApp, as mensagens pararam de ser enviadas, enquanto Facebook e Instagram interromperam a exibição de postagens e fotos.

Essa falha é comum no dia a dia, quando sites apresentam problemas, e em alguns casos pode até ser resolvido pelo próprio usuário. Na situação dos erros de WhatsApp, Facebook e Instagram, porém, a empresa ainda não solucionou a questão nos seus servidores, então é necessário aguardar. “Estamos cientes de que as pessoas estão tendo dificuldade para acessar nossos aplicativos e produtos. Estamos trabalhando para que tudo volte ao normal o quanto antes”, diz o comunicado da companhia.

DNS

Há suposições no exterior de que a pane estaria relacionada com um recurso chamado de DNS (Domain Name System), que converte os endereços nominais, ou seja os nomes, dos sites em números de IP (Internet Protocol), que seria o “endereço real” do site nos bancos de dados da internet. Quando há uma problema em um desses servidores, o endereço IP fica fora de alcance.

De acordo com informações dadas ao Extra por Vivaldo José Breternitz, professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie, é um sistema que controla o encaminhamento dos usuários aos destinos, ou seja, ao sistema do site que está sendo buscado.

Os rumores são de que essa ferramenta estaria falhando nos sistemas do Facebook, o que interromperia os serviços e poderia levar ao erro 500. Como o problema depende de uma resolução por parte dos serviços, não é possível acessar nenhuma das redes sociais controladas pela companhia.  Breterniz diz que “esse negócio simplesmente desaparece como se não existisse mais o domínio Facebook”.  

Segundo o professor, caso seja mesmo a causa do problema, é comum que a falha aconteça em todo lugar onde usuários utilizam o serviço. Como o Facebook é usado no mundo todo, por isso a pane ocorreu em escala global. 

Leia Também

As falhas podem ser diversas, como uma mudança física nos servidores que tirou algum cabo do lugar, uma atualização em algum sistema na empresa que administra os servidores e que causou um erro imprevisto, entre outras. Como muitas plataformas usam os mesmos servidores de DNS, qualquer alteração em um deles pode causar um "efeito dominó" de quedas.

"Embora possa parecer uma falha imensa em todos esses serviços e aplicativos, o motivo é provavelmente um serviço DNS que todos eles usam para rotear suas páginas para nossos dispositivos", afirma Lotem Finkelsteen, chefe de inteligência de ameaças da empresa de segurança digital Check Point.

Falha no BGP 

Dane Knecht, vice-presidente da empresa de servidores Cloudflare, disse em seu perfil no Twitter que a queda global do Facebook tem a ver com DNS e disse que "as rotas BGP" da empresa "foram retiradas da internet".

BGP significa Border Gateway Protocol (Protocolo de Portão de Fronteira). É o sistema que decide por qual rota os dados vão trafegar até chegar ao destino escolhido, ele avalia os possíveis caminhos para chegar ao servidor desejado. Se o BGP sai do ar, como parece ser o caso do Facebook nesta segunda, a plataforma fica "sem direção" e não consegue mais encontrar o trajeto entre o usuário e o serviço que ele quer acessar.

Possíveis soluções 

Os provedores de acesso possuem DNS próprios, mas há também DNSs públicos como o OpenDNS e o DNS Advantage. A vantagem é que alguns deles possuem mais espaço de cache, o que deixa a navegação mais rápida. Mas quando uma plataforma do porte do Facebook sai do ar, não adianta mudar o DNS no seu computador. A falha provavelmente está relacionada à configuração da empresa, ou seja, o provedor, e não do usuário comum, que é o cliente. Nesses casos, não há o que fazer a não ser esperar que o Facebook, ou qualquer que seja o site que tenha saído do ar, encontre uma solução e volte a funcionar.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários