Donald Trump
Reprodução
Donald Trump

A nova rede social do ex-presidente dos EUA Donald Trump é acusada pela organização Software Freedom Conservancy (SFC) de violar um acordo de licenciamento de software livre e de código aberto.

A empresa Trump Media and Technology Group teria roubado o código da rede social descentralizada Mastodon e, agora, tem 30 dias para cumprir os termos da licença, antes que seja obrigada a reconstruir a plataforma do zero. As informações são do The Verge.

A rede social Truth Social,  anunciada por Trump nesta semana, se assemelha muito à Mastodon. Apesar da segunda ter código aberto que pode ser utilizado por terceiros, é preciso que a Licença Pública Geral Affero seja cumprida - por isso, a plataforma de Trump deveria oferecer seu próprio código-fonte a todos os usuários, o que não é o caso.

Além de não cumprir a licença, a Truth Social se refere ao próprio serviço como "proprietário". Aparentemente, os desenvolvedores da rede de Trump tentaram limpar todas as referência à Mastodon, mas algumas ainda existem, além das semelhanças visuais óbvias.

Leia Também

"Vimos a Trump Media and Technology Group ignorando regras importantes, que foram criadas para o bem social", escreveu Bradley Kuhn, colaborador de política da SFC, organização que aplica licenças de software livre e de código aberto. "Estaremos acompanhando esta questão de muito perto e exigindo que o Trump's Group forneça a fonte correspondente a todos os que usam o site".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários