iPhone 13
Divulgação/Apple
iPhone 13

A Apple anunciou nesta quarta-feira (17) que vai vender peças e ferramentas de reparo para que os usuários consertem seus iPhones e iMacs em casa. A novidade é um marco para a gigante de tecnologia, que costuma ser criticada pela dificuldade de acesso a assistências técnicas não autorizadas.

Além de vender peças e ferramentas, a Apple também vai publicar manuais de instruções de consertos online. A iniciativa começará no início de 2022 nos Estados Unidos, e deve ser expandida a outros países ao longo do ano.

Mais de 200 itens serão vendidos na loja online de reparos da Apple, que vai começar com peças voltadas para iPhone 12 e iPhone 13. Consumidores poderão trocar componentes como telas e baterias.

O programa será disponibilizado a todos, mas a Apple recomenda que apenas pessoas com experiência em consertos de dispositivos eletrônicos façam os reparos em casa. "Para a maioria dos consumidores, ir até um fornecedor de reparos profissional com técnicos certificados que utilizam peças genuínas da Apple é a forma mais segura e confiável de fazer um conserto", declarou a empresa.

Todas as peças e ferramentas poderão ser compradas pelo site. Se o reparo exigir algum tipo de calibragem, a própria Apple vai disponibilizar um software para ser baixado no computador. Quem devolver as peças antigas para reciclagem receberá um crédito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários