Primeiro evento do projeto
Divulgação
Primeiro evento do projeto "x1 na comunidade"

Crianças de periferias de todo o Brasil terão a oportunidade de participar de um novo campeonato de Free Fire promovido pelos influenciadores Diego Eloi, conhecido como Dantes FF, e Lazaro da Silva, o Lazaro Sonic.

A próxima edição do evento, chamado de "x1 na comunidade", vai acontecer no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, na próxima segunda-feira (20), às 15 horas. A primeira edição aconteceu no mês passado, no Parque Vila Maria, em São Paulo, e a intenção é que o torneio ocorra mensalmente, alternando entre cidades de todo o Brasil.

"Eu estou conseguindo realizar meu sonho, que é levar esperança para dentro da comunidade e mostrar que, através do jogo, existe a oportunidade das crianças não precisarem partir para outros lados para manter a sua casa", comenta Lazaro, que também foi criado em uma favela e acredita que o jogo possa tirar crianças e adolescentes da criminalidade.

Torneio visa incentivar crianças

As crianças interessadas em participar competem no Free Fire em uma organização que conta com várias fases. Ao final, os campeões levam para casa prêmios como PC gamer, troféu e iPhone, que variam a cada edição.

Leia Também

"Antigamente, era comum ver uma criança falar que queria ser jogador de futebol. Hoje, é normal você ouvir que ele quer ser um jogador de Free Fire", comenta Lazaro. O influenciador oficial da Garena conta que entrou para o jogo durante a pandemia de Covid-19, quando ficou desempregado. Antes, ele era produtor artístico no funk, e foi diretamente afetado pela paralisação dos eventos por conta das medidas sanitárias adotadas para conter a disseminação do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Em pouco tempo, o jogo se tornou seu trabalho principal. "Eu estava desempregado, precisava de dinheiro, e não sabia como ia conseguir. E o Free Fire me trouxe isso. As portas se abriram para mim. Hoje eu consigo viver apenas do Free Fire", conta.

Durante os torneios, Lazaro conta que ele e Dantes passam suas experiências pessoais para os pequenos, incentivando aqueles que sonham em ser jogadores profissionais de Free Fire. "Eu sempre tentei passar isso para o meu público: da onde eu vim, das oportunidades erradas que me foram oferecidas na vida e eu não aceitei. Não é fácil [viver do jogo], senão estava todo mundo famoso e todo mundo rico, mas eu tento passar para eles que é um processo, que com persistência você consegue", relata.

Além de incentivar crianças a entrarem no mundo do Free Fire, o projeto "x1 na comunidade" também tem um viés social. Para participar do evento, é necessário doar 1 kg de alimento não perecível, e o total é utilizado para a montagem de cestas básicas destinadas à própria comunidade. Para quem é da comunidade, a doação não é obrigatória, mas para os visitantes externos, sim.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários