Avatares da Meta terão espaço pessoal
Divulgação/Meta
Avatares da Meta terão espaço pessoal

A Meta anunciou nesta sexta-feira (4) que vai adicionar um limite pessoal em volta de cada avatar em seu metaverso, o Horizon Worlds. A ideia é impedir que as pessoas sofram assédio na realidade virtual.

O novo recurso, que funciona como uma espécie de bolha em volta de cada avatar, está sendo ativada por padrão. A novidade cria uma barreira virtual invisível que impede que outras pessoas se aproximem excessivamente.

De acordo com a Meta, o limite dá a cada avatar um raio de 60 centímetros de espaço pessoal. A "bolha" é obrigatório, ou seja, os usuários não podem optar por desabilitar o limite pessoal em seus avatares. No futuro, porém, a dona do Facebook afirma que poderá ser possível personalizar o tamanho do raio.

Ainda que não seja possível encostar em outras pessoas, é possível passar por elas. Isso serve para que usuários não usem suas "bolhas" para bloquear entradas ou prender avatares em algum canto do metaverso.

As mudanças foram anunciadas quase dois meses depois do lançamento do Horizon Worlds , a plataforma de metaverso da empresa, que chegou ao público - por enquanto, apenas dos Estados Unidos e do Canadá - em dezembro. Durante os testes do metaverso, pelo menos um usuário reclamou que seu avatar foi apalpado por um estranho.

Depois do lançamento, não foi diferente. Nesta semana, veio a público o relato de uma mulher que diz ter sofrido estupro coletivo no metaverso  Horizon Worlds. Segundo ela, três ou quatro avatares masculinos assediaram sexualmente o seu avatar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários