Windows 11 avisa quem instalou sistema sem ter PC compatível
Divulgação/Microsoft
Windows 11 avisa quem instalou sistema sem ter PC compatível

O Windows 11 foi desenvolvido para rodar em PCs recentes, mas não é impossível instalá-lo em computadores antigos. O problema é que isso pode fazer determinados recursos não funcionarem corretamente. Talvez isso explique a decisão da Microsoft de inserir uma marca d’água na área de trabalho para lembrar o usuário de que a sua máquina não atende aos requisitos mínimos do sistema operacional.

A marca d’água começou a ser testada em fevereiro, mas só agora está chegando à última versão release preview do sistema (compilação 22000.588) para quem participa do programa de testes Windows Insider.

O aviso, fixado no canto inferior direito da área de trabalho, descreve o seguinte (em tradução livre): "Requisitos do sistema não atendidos. Vá às Configurações para saber mais".

Trata-se de um aviso que lembra, até certo ponto, o alerta que o Windows exibe quando a licença de uma instalação do sistema operacional não foi ativada. Mas esta tem o intuito de fazer o usuário regularizar a licença. O alerta do Windows 11 sobre requisitos não atendidos seria, então, uma tentativa de convencer o usuário a trocar de computador? A Microsoft não explicou os motivos, mas podemos fazer algumas suposições.

Leia Também

Por que essa marca d’água agora?

Basicamente, o sistema operacional exige um chip Intel de 8ª geração ou superior, ou um chip AMD com arquitetura Zen+/Zen 2 ou superior, além de um módulo de segurança TPM.

Na ausência desses itens, o Windows 11 até pode ser instalado, mas não há garantias de que tudo funcionará corretamente ou de que o sistema operacional receberá atualizações regulares.

Com base nisso, podemos imaginar pelo menos duas possibilidades para justificar a marca d’água: a Microsoft quer lembrar o usuário de que é isenta de responsabilidade nessa instalação ou simplesmente criou mais uma desvantagem para quem insiste em migrar para a nova versão em um computador lançado antes de 2017.

Até o momento, não há nenhuma configuração no sistema capaz de desabilitar a marca d’água. O recurso pode ser desativado apenas com um ajuste no Registro do Windows.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários