Veja o que fazer com celulares antigos
Unsplash/Jenny Ueberberg
Veja o que fazer com celulares antigos

Todos os anos chegam ao mercado dezenas de novos modelos de celulares. Trocar o aparelho, seja por desejo ou necessidade, muitas vezes significa deixar o smartphone antigo numa gaveta, mesmo ainda funcionando. Há ainda quem descarte incorretamente o dispositivo em aterros sanitários, poluindo o meio ambiente com materiais tóxicos como mercúrio, chumbo ou lítio. Para ajudar num fim mais útil ao celular, listamos algumas dicas abaixo.

Webcam sem fio: uma ideia é utilizar o smartphone para fazer reuniões por vídeo via Skype, Zoom ou Meet, por exemplo. Assim, mesmo que o computador tenha câmera, ele fica liberado para outras tarefas, e o usuário ainda terá mais liberdade para posicionar a câmera do smartphone e mostrar seu melhor ângulo e cenário.

Controle remoto:  versões mais antigas do Chromecast precisam de smartphone para fazer a navegação e assistir aos conteúdos da Netflix e outras plataformas similares. Por isso, o celular antigo também pode virar uma espécie de "controle remoto" dedicado para o aparelho do Google.

O mesmo também pode ser feito em aparelhos similares, como Apple TV, Fire TV Stick ou Roku. Por mais que esses dispositivos venham com um controle remoto, é possível baixar os aplicativos móveis para controlar a TV por meio de um celular.

Leia Também

Leitor de e-books:  um celular antigo pode substituir um Kindle, por exemplo, com o download do aplicativo do leitor digital.

Brinquedo para crianças:  se você ainda não está seguro em dar um celular novo para o seu filho – ou não quer que ele já tenha acesso à internet e redes sociais tão cedo -, é possível transformar um celular velho numa central de jogos. Existem vários apps que não precisam de conexão com a internet. Para garantir que os pequenos ficarão longe da rede mundial, basta retirar o chip, desconectar do Wi-Fi e desinstalar os apps de mídias sociais.

Câmera de monitoramento:  os smartphones usados também podem ser câmeras de segurança improvisadas, seja para monitorar os filhos e animais de estimação ou para manter a casa segura. Existem aplicativos, como Alfred, que ajudam nessa tarefa. Depois da instalação do app, é só montar o telefone onde vai ficar e garantir que ele esteja conectado à internet e à energia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários