WhatsApp é investigado
Unsplash/Mourizal Zativa
WhatsApp é investigado

O WhatsApp está sendo investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) de São Paulo por conta da sua política de privacidade que permite que dados dos usuários do aplicativo sejam compartilhadas com Facebook e Instagram, também controlados pela Meta. As informações são da coluna Radar Econômico, da revista Veja.

A política de privacidade que libera o compartilhamento de dados foi anunciada no início do ano passado. Na ocasião, a mudança gerou polêmica, já que os usuários que não aceitassem o compartilhamento de informações seriam impedidos de utilizarem o WhatsApp.

Este motivo é um dos citados pelo procurador especializado em direitos do cidadão, Yuri Corrêa da Luz, para investigar o mensageiro. Além disso, o MPF alega que o WhatsApp não foi transparente ao divulgar a nova política de privacidade aos usuários.

À coluna Contato Radar, o WhatsApp disse que a nova política de privacidade "não ampliou a capacidade do WhatsApp de compartilhar dados com a Meta", e afirmou que está "colaborando com as autoridades brasileiras (ANPD, Cade, Senacon e inclusive com o Ministério Público Federal) para prestar todos os esclarecimentos necessários".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários