Elon Musk diz que banir Trump do Twitter foi errado
Reprodução/Instagram - 26.04.2022
Elon Musk diz que banir Trump do Twitter foi errado

Elon Musk afirmou nesta terça-feira (10) que reverteria o banimento de Donald Trump ao assumir o Twitter. Para o bilionário, houve um erro na expulsão do político da rede social, motivada pela sua propagação de discurso de ódio que levou à invasão do Capitólio por seus apoiadores.

"Eu reverteria a suspensão permanente [de Trump]", afirmou Musk, em conferência do Financial Times. "Não foi correto banir Donald Trump. Acho que foi um erro porque alienou grande parte do país e não resultou em Donald Trump não ter voz", continuou o bilionário, que disse ainda que Jack Dorsey, cofundador do Twitter, concorda com ele que não deveriam existir suspensões permanentes na rede social.

"Se houver tweets errados e ruins, eles devem ser excluídos ou tornados invisíveis, e uma suspensão – uma suspensão temporária – é apropriada, mas não uma proibição permanente", opinou Musk.

Em abril, quando o  Conselho de Administração do Twitter aprovou a compra da rede social por MuskTrump disse que não voltaria à plataforma mesmo se sua conta fosse reestabelecida.

"Não vou voltar ao Twitter, vou ficar na Truth [Social]", disse Trump à Fox News, fazendo referência à sua própria rede social, lançada em fevereiro deste ano. "Espero que Elon compre o Twitter porque ele fará melhorias e é um bom homem, mas eu vou ficar na Truth".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários