Instagram recua e encerra feed mais parecido com o do TikTok
Unsplash/Kate Torline
Instagram recua e encerra feed mais parecido com o do TikTok

Após diversas críticas em uma semana bastante turbulenta , o Instagram decidiu voltar atrás e retroceder as mudanças que faziam o feed da rede social se tornar mais parecido com o do TikTok. Em entrevista ao portal The Verge nesta quinta-feira (28), Adam Mosseri, chefe do Instagram, explicou a decisão.

"Estou feliz por termos arriscado. Se não falhamos de vez em quando, não estamos pensando grande o suficiente ou ousado o suficiente", disse Mosseri. "Mas definitivamente precisamos dar um grande passo para trás e nos reagrupar. Quando aprendemos muito, voltamos com algum tipo de nova ideia. Então, vamos trabalhar nisso".

Recentemente, o  Instagram começou a testar com poucos usuários um feed em tela cheia que prioriza vídeos. Assim, a rede social se aproximaria do TikTok, seu atual principal concorrente, que não para de crescer. Além disso, o Instagram também começou a ampliar o número de postagens recomendadas no feed, diminuindo o número de publicações de contas que o usuário de fato segue.

As mudanças, porém, desagradaram os usuários. Nos Estados Unidos, uma campanha começou a ganhar força nas redes sociais pedindo para que o Instagram voltasse a ser o Instagram, priorizando fotos de amigos. Até Kylie Jenner e Kim Kardashian aderiram à campanha, aumentando a pressão sobre a plataforma da Meta.

Agora, o Instagram anunciou que, nas próximas uma a duas semanas, vai desativar os testes do feed de tela cheia. A rede social também vai reduzir o número de postagens recomendadas no feed enquanto trabalha na melhoria do seu algoritmo.

Em teleconferência de resultados do segundo trimestre da Meta nesta quarta-feira (27), o CEO da empresa, Mark Zuckerberg,  havia dito que tanto Facebook quanto Instagram dobrariam a quantidade de publicações sugeridas no feed até o final do ano. Agora, Mosseri disse que isso será reduzido temporariamente.

"Quando você descobre algo que você gosta e que não seguia antes, isso deveria ser ótimo. Você deveria estar feliz em ver esse conteúdo. E eu não acho que isso está acontecendo o suficiente agora. Então, acho que precisamos dar um passo para trás, em termos da porcentagem de publicações no feed que são recomendações, melhorar a classificação e as recomendações e, se e quando o fizermos, podemos começar a crescer novamente", afirmou Mosseri, prometendo melhorias no algoritmo de recomendação da rede social. "Estou confiante de que o faremos", acrescentou, apostando que o Instagram vai voltar a trazer mais recomendações no feed no futuro, mas desta vez mais acertadas.

Na entrevista ao The Verge, Mosseri afirmou que esse passo para trás não é permanente. Atualmente, o TikTok é o grande concorrente não apenas do Instagram, mas também do Facebook, fazendo com que a Meta aposte constantemente em estratégias que permitam que suas redes sociais concorram com a chinesa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários