Tamanho do texto

Módulo para celulares da linha Moto Z se destaca com vídeos em 4K e áudio 3D imersivo; com preço sugerido em R$ 1.499, item não deve se popularizar

Moto 360 Câmera faz captura de imagens com a ajuda de dois sensores de 13 megapixels cada
Victor Hugo Silva/Brasil Econômico
Moto 360 Câmera faz captura de imagens com a ajuda de dois sensores de 13 megapixels cada

Na linha Moto Z, voltada para celulares modulares, a Motorola oferece uma série de acessórios que ajudam a melhorar a experiência dos usuários no dia a dia. Um dos mais interessantes, sem dúvida, é o Moto 360 Câmera, que permite criar rapidamente fotos e vídeos em 360 graus com alta qualidade de imagem para, em seguida, compartilhar com outras pessoas nas redes sociais.

Leia também: Moto Z2 Force é celular poderoso, mas tem câmera que não surpreende

Para tirar um foto ou gravar um vídeo com o Moto Snap , basta encaixar o acessório nos imãs localizados na parte traseira do Moto Z. Em seguida, ao abrir o aplicativo de câmera, é possível ver a mudança no conteúdo que está sendo capturado. Em vez da imagem plana da câmera principal, o celular passa a exibir o que passa pela lenta do Moto 360 Câmera .

A captura do acessório é feita por meio de duas lentes de 13 megapixels cada, sendo que uma é posicionada para frente e outra para a própria pessoa que está tirando a foto ou fazendo a gravação. Durante os testes, o acessório foi capaz de entregar ótimos resultados, com poucas imperfeições na imagem. Na maioria dos casos, o acessório só não foi capaz de capturar com exatidão a área inferior do celular, fazendo a mão de quem tirou a foto ficar um pouco estranha.

Leia também: Com boa bateria, Quantum Sky é celular que atende às principais necessidades

As fotos podem ser capturadas em três modos: automático, profissional e "ângulo ultra amplo". Enquanto o modo profissional mantém a captura do automático com algumas modificações feitas pelos usuários, o "ângulo ultra amplo" utiliza somente uma das lentes – frontal ou traseira – para fazer fotos panorâmicas que permitem visualizar um campo maior do cenário.

O aplicativo de câmera da Motorola também permite editar as fotos tiradas com o módulo. É possível escolher um dos filtros, ajustar exposição, contraste, saturação e matiz da foto e realizar dois tipos de cortes.

Um deles é o de 360 graus, em que você consegue retirar uma trecho do que foi capturado, mas perde uma parte da experiência original de girar a imagem. O outro permite fazer cortes para fazer parte da imagem em 360 graus ficar plana. O recurso entrega resultados bem legais com o corte "planetinha", como é chamado pela própria Motorola.

No modo vídeo, o acessório consegue realizar gravações em 4K (4096 x 2.160 pixels) com áudio 3D imersivo, que oferece tem experiências diferentes conforme você gira a imagem na tela. Se há um ponto negativo no Moto 360 Câmera, este é a falta de estabilização da imagem durante as gravações. O vídeo pode ficar facilmente tremido conforme você se movimenta.

Leia também: Galaxy J5 Pro tem ótimo processador, mas peca por tela com baixa qualidade

Outro fator ruim – apesar de ser total compreensível – é o peso que ele adiciona ao celular. Em um Moto Z2 Force, por exemplo, os 143 gramas do aparelho se transformam em 228 gramas com o acessório. Evidentemente, o peso é algo impensável para um celular comum e pode te desencorajar a manter o módulo por um período muito longo.

Conclusão

O Moto 360 Câmera é uma das melhores opções de Moto Snaps por realmente oferecer aos usuários uma experiência diferente. De modo geral, o acessório tem muito mais pontos positivos do que negativos. O melhor deles é facilidade de uso, permitindo que saia tirando fotos e fazendo vídeos logo depois de comprá-lo. No entanto, o preço sugerido pela Motorola de R$ 1.499 pode afastar boa parte do público e impedir que o produto se torne mais popular.  

Confira algumas fotos do Moto 360 Câmera:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.