Tecnoblog

bancos pix bradesco itaú santander
Unsplash/Alex Ware
Aplicativos dos bancos travaram nesta segunda-feira


O Banco Central registrou, nesta segunda-feira (5), quase 200 mil cadastros de chaves do Pix em cerca de duas horas e meia; há 677 instituições financeiras aptas a tanto, incluindo fintechs como Nubank e PicPay . Mas será que os grandes bancos estavam preparados? Itaú , Bradesco e Santander tiveram instabilidade e ficaram fora do ar nesta manhã.

Um cliente do Bradesco explica no DownDetector: "não consigo acessar a conta através do app; ele diz que é a minha internet, mas a conexão está normal". Outro usuário relata "lentidão para acessar a plataforma, não acessa pelo site nem pelo WhatsApp". As queixas começaram a partir das 10h, assim como no Santander.

No Itaú, foi mais cedo. "Estou desde as 9 da manhã tentando abrir o aplicativo e não consigo", afirma um cliente no DownDetector. "App fora do ar e fala que estou sem internet", reclama outro. "App do Itaú fora do ar e pelo browser do computador não permite mais fazer transações", diz um terceiro.

Aparentemente, os problemas de acesso ao Itaú, Bradesco e Santander já foram resolvidos.

BC realiza 193 mil cadastros de chaves do Pix

O Banco Central revelou em uma live nesta manhã que foram realizados 193 mil cadastros de chaves do Pix entre as 9h e 11h30 da manhã, justamente o período de maior instabilidade entre os grandes bancos. Ao todo, mais de um milhão de chaves foram cadastradas .

As chaves são um dos diferenciais para este sistema de pagamentos instantâneos: outras pessoas podem transferir dinheiro para você sabendo apenas seu CPF, número de celular ou endereço de e-mail. É necessário realizar o cadastro junto à sua instituição financeira, algo liberado hoje pelo BC. As transações via Pix , por sua vez, só começam em novembro.

    Veja Também

      Mostrar mais