Xiaomi abre 1ª loja no Rio de Janeiro com 2 mil visitantes
Ana Marques
Xiaomi abre 1ª loja no Rio de Janeiro com 2 mil visitantes

A Xiaomi realizou, na quinta-feira (9), a inauguração de sua primeira loja no Rio de Janeiro — ela fica no BarraShopping, Zona Oeste da cidade. Segundo a marca, o estabelecimento já contou com mais de 2 mil visitantes. A ação de abertura vai até o dia 12 de setembro (domingo), e promete descontos exclusivos para o público disposto a conhecer o local. A expectativa é de que mais de 6 mil pessoas passem pela loja neste período.

A empresa informou que o acesso ao interior da loja foi limitado para cumprir as medidas de segurança em decorrência da pandemia. Durante a inauguração, cada grupo de pessoas pôde permanecer no estabelecimento por um período de até 20 minutos.

A nova loja é a maior da Xiaomi no Brasil. O estoque inclui desde os populares smartphones da fabricante até equipamentos de iluminação, casa inteligente, beleza e fitness, entre outros. Quem for ao local durante o período de inauguração, até o domingo (12), pode usufruir de descontos de até 50% em produtos da marca .

A Xiaomi quer aproveitar a expansão de lojas físicas para estar mais presente na realidade do consumidor brasileiro. A empresa é bastante conhecida por quem já está habituado a fazer compras online, especialmente pessoas que buscam preços mais em conta em eletrônicos. Entretanto, agora é a hora de tentar conquistar um novo público — o que precisa ver e tocar antes de comprar.

Você viu?

“Já tenho um smartphone da Xiaomi e agora quero comprar mais itens. Não conseguia comprar antes, pois sempre quis poder tocar nos produtos e conhecer melhor antes de efetuar a aquisição”, afirmou Pedro Henrique, de 24 anos.

Inauguração da loja oficial da Xiaomi no BarraShopping (Imagem: Divulgação)
Inauguração da loja oficial da Xiaomi no BarraShopping (Imagem: Divulgação)

Xiaomi é a 2ª maior fabricante de celulares do mundo

Atrás apenas da Samsung, a Xiaomi é agora a segunda maior marca de smartphones do mundo. A empresa chinesa ultrapassou, no segundo trimestre de 2021, a sua grande rival Apple em participação no mercado global de celulares.

As vendas na América Latina contribuíram para este crescimento: foi um aumento de 300% na região , segundo a consultoria Canalys .

Em meio a tudo isso, a Xiaomi está planejando a expansão no Brasil — já prometeu mais quatro lojas no país ainda este ano: mais uma no Rio (em Jacarepaguá), uma nova em São Paulo (MorumbiShopping), uma em Curitiba (ParkShoppingBarigüi) e uma no Salvador Shopping, na Bahia.

Xiaomi abre 1ª loja no Rio de Janeiro com 2 mil visitantes

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários