WhatsApp ganha diversos novos recursos neste ano
Unsplash/Mourizal Zativa
WhatsApp ganha diversos novos recursos neste ano

O WhatsApp continua apresentando recursos para melhorar a experiência dos usuários. Este ano, o mensageiro já implementou algumas novidades interessantes, como suporte via chat dentro do próprio aplicativo, busca de estabelecimentos próximos (como no Google Maps) e chamadas com até 32 pessoas. Abaixo, mostramos todos os recursos que já foram lançados em 2022 e aqueles que ainda estão em testes na versão beta do app, mas que devem chegar em breve ao público.

Suporte via chat dentro do aplicativo

Em janeiro, o WhatsApp iniciou os testes de um recurso que permite entrar em contato com um representante da plataforma para solucionar problemas. Felizmente, essa novidade foi bem recebida na versão beta e já está disponível para todos os usuários .

A opção pode ser encontrada nas configurações do mensageiro, mais especificamente no menu "Ajuda". A resposta chega através de uma conversa dentro do próprio aplicativo.

No entanto, é importante ficar atento: o WhatsApp só vai retornar as solicitações usando uma conta verificada. Portanto, caso alguém entre em contato após a solicitação de suporte, verifique se o perfil possui o selo verde.

Encontrar estabelecimentos próximos

O WhatsApp liberou outra novidade em fevereiro. A atualização trouxe um recurso que permite encontrar lojas , restaurantes e outros estabelecimentos comerciais nos arredores, assim como faz o Google Maps.

A ferramenta de busca usa a localização do usuário para exibir empresas cadastradas no WhatsApp Business, fornecendo informações sobre o endereço, horário de funcionário e formas de contato.

Por enquanto, o recurso só está disponível para usuários de Android em São Paulo. Ainda não há previsão de lançamento no iPhone (iOS) e em outras regiões do Brasil.

Extensão para detectar versão hackeada

Em março, o WhatsApp anunciou o Code Verify , extensão para Google Chrome, Microsoft Edge e Mozilla Firefox que verifica se a versão web do mensageiro sofreu adulteração.

A Meta (dona do aplicativo) admite que o WhatsApp Web não entrega os mesmos controles de segurança existentes nas versões do serviço para Android e iOS. Então, para evitar problemas de espionagem, por exemplo, a empresa lançou o plugin.

A ferramenta, desenvolvida em parceria com a Cloudflare, trabalha fazendo uma comparação de hashes (sequências de caracteres geradas a partir de cálculos matemáticos). Assim, quando o usuário inicia a versão web, a extensão verifica o hash do código-fonte e o compara com o hash armazenado nos servidores da Cloudflare; se eles forem iguais, está tudo certo; se forem diferentes, alguma adulteração aconteceu.

Chamadas de voz com até 32 pessoas

Gosta de reunir seus amigos para conversar por ligação no WhatsApp? Aqui vai uma boa notícia: a plataforma agora aceita até 32 pessoas na mesma chamada.

A novidade já está sendo distribuída globalmente para todos os usuários. Para ter acesso a esse novo limite, basta atualizar seu aplicativo para a versão mais recente disponível na Play Store ou App Store.

Reações com emojis

Após meses de testes, o  WhatsApp liberou o recurso que permite reagir mensagens com emojis para todos os usuários. 

Ao tocar e segurar sobre um conteúdo recebido, o aplicativo agora mostra algumas opções para interagir sem precisar enviar uma nova mensagem. Por enquanto, a plataforma exibe uma janela flutuante com seis emojis. A expectativa é de que, com o tempo, mais figurinhas possam ser selecionadas .

Para ter acesso à novidade, atualize o mensageiro para a versão mais recente disponível na loja de apps do seu celular.

O que está por vir?

A plataforma vem desenvolvendo outros recursos que ainda não estão disponíveis ou não chegaram a todos os usuários. Um deles consiste em ter uma prévia de documentos em conversas. A novidade permite visualizar o conteúdo de qualquer arquivo anexado sem precisar abri-lo. Por exemplo, ao receber uma foto em JPG como documento, o balão da mensagem vai mostrar um pequeno recorte da imagem.

O encaminhamento de mensagens também pode sofrer alterações, já que o aplicativo deve limitar o compartilhamento a apenas um disparo por grupo. Caso o usuário queira enviar a mesma mensagem para vários grupos, ele precisará realizar múltiplos disparos. A empresa não revelou o motivo para a nova regra, mas com base nas mudanças anteriores, é provável que a decisão tenha sido tomada para combater a desinformação.

O WhatsApp ainda iniciou a liberação de um recurso para celulares Android que permite ouvir áudios enquanto conversa com outras pessoas. Essa função mantém a mensagem de voz em reprodução mesmo em outros chats. O áudio aparece em uma pequena barra no topo da tela, com botões para pausar, tocar e fechar a notificação.

Também há relatos de que a empresa está desenvolvendo uma opção para alterar o idioma do WhatsApp. Com isso, será possível manter o aplicativo em português enquanto o restante do celular segue em inglês, por exemplo.

Outra novidade deu as caras na versão beta. Em breve, os usuários poderão enviar arquivos de até 2 GB. A atualização busca facilitar a troca de arquivos pesados, eliminando a necessidade de recorrer a outros serviços para fazer o compartilhamento.

Dependendo da conexão, o envio de um arquivo grande pode demorar alguns minutos. Para deixar você mais tranquilo, o WhatsApp vem trabalhando em um recurso que mostra quanto tempo falta para completar o upload ou download.

Apesar de a empresa ter oficializado às Comunidades, função que permite reunir grupos que tratam de um assunto em comum em um único lugar, a novidade ainda não chegou ao Brasil. Portanto, teremos que aguardar mais um pouco para ter acesso a essa ferramenta. Na mesma ocasião, o mensageiro ainda informou que administradores de grupos poderão remover mensagens de qualquer integrante nas conversas.

O WhatsApp também está preparando uma opção para criar enquetes, assim como no Telegram. O recurso permitirá que os usuários criem votações em conversas em grupo para escolher um restaurante, nome de um projeto, entre outras possibilidades.

A versão Business deve receber um incremento em breve. Empresas que usam a plataforma terão um modelo de assinatura (opcional) com recursos extras, incluindo a possibilidade de conectar até dez dispositivos em uma única conta — o limite atual é de apenas quatro.

Outro recurso em testes na versão beta é o de salvar mensagens programadas para sumir. Atualmente, é possível fazer um envio desaparecer em 24 horas, 7 dias ou 90 dias, tanto em chats privados quanto em grupos. Com essa mudança, os usuários poderão manter um conteúdo que seria deletado.

Após flexibilizar o uso de um mesmo número em vários dispositivos, o WhatsApp está se preparando para permitir o uso de uma conta em dois celulares simultaneamente. Isso significa que, com essa nova arquitetura, você poderá usar o mesmo número em dois aparelhos diferentes. A novidade também deve abranger tablets com Android. 

A Meta oficializou o WhatsApp Premium, mas essa versão ainda não tem data para chegar ao público. Um dos recursos oferecidos como parte da assinatura é uma ferramenta que permite criar um link único para entrar em conversas. Outra novidade consiste em permitir o gerenciamento de conversas em até 10 dispositivos, aumentando a limitação atual de apenas quatro.

A equipe do mensageiro vem trabalhando em uma solução para evitar incômodos ao sair de um grupo. Informações apontam que o aplicativo deve limitar o alerta de saída aos administradores. Dessa forma, caso o usuário decida ir embora, os membros não serão notificados no chat.

Empresas cadastradas no WhatsApp Business também serão informadas quando violarem algum termo de uso. A companhia iniciou os testes de um recurso que alerta o usuário assim que uma violação é feita, exibindo um banner com uma opção "Aprenda mais", que promete explicar o que pode ter acontecido para tal quebra e o que fazer para consertar erros e evitar um potencial banimento da plataforma.

Ao que tudo indica, o WhatsApp Web deve ganhar uma nova opção para se tornar mais independente do celular. O mensageiro está preparando uma ferramenta que permite selecionar uma capa em perfis de empresas pelo computador. Assim, donos de lojas e afins poderão personalizar a conta para deixá-la mais atrativa.

Enviar uma mensagem com erro de digitação é bem comum. Por isso, a equipe do WhatsApp está preparando um botão para editar mensagens compartilhadas com outros usuários. A função deu as caras em uma compilação experimental do mensageiro e é uma das mais aguardados pelo público. 

A empresa também pretende lançar um recurso que permite reverter mensagens apagadas por engano. Essa nova opção consegue desfazer a exclusão individual de um conteúdo, algo muito útil em situações nas quais o usuário escolheu o botão "Apagar para mim" quando, na verdade, queria pressionar o "Apagar para todos".

Para reforçar a segurança e evitar roubos de contas, o WhatsApp planeja lançar um sistema de verificação dupla. A novidade pretende dificultar a ação dos criminosos de um jeito simples: se eles inserirem o primeiro código, o aplicativo dará um alerta ao usuário, avisando que outra pessoa está tentando entrar na conta. Para confirmar o login, a plataforma vai enviar outro código por SMS para só então liberar o acesso.

A equipe do mensageiro vem desenvolvendo uma função para guardar backups de conversas em outros lugares. Dentro das configurações de backup, os usuários encontrarão um botão para extrair o arquivo. Assim, será possível guardá-lo em mais locais além do Google Drive. A descrição do recurso informa que "todas as conversas e mídias (como fotos, vídeos e arquivos) estarão incluídos". 

O WhatsApp também deve oferecer uma opção controlar a entrada de pessoas em grupos via link. Com esse recurso, os administradores poderão controlar melhor suas conversas coletivas, podendo criar uma barreira adicional para aprovar (ou não) a entrada de pessoas. 

O mensageiro sempre indica quando o usuário utiliza o aplicativo, mostrando para todos os contatos o status "online". Felizmente, a equipe responsável pelo app está preparando uma opção para esconder esse indicador. Ao entrar na seção de privacidade, será possível definir quem tem acesso ao aviso: qualquer pessoa, seus contatos ou ninguém. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários