Tamanho do texto

Oi estaria conversando com "uma empresa chinesa", além da Telefonica, AT&T e Telecom Italia. Huawei, porém, está fora do páreo pela operadora

Olhar Digital

oi arrow-options
Repordução
Huawei afirmou não ter interesse em comprar a Oi.


No último sábado (21), a edição online do jornal O Globo publicou um artigo dizendo que a Huawei e a operadora chinesa China Mobile tinham interesse em comprar a Oi . A operadora está em recuperação judicial desde 2016, e recentemente a Anatel expressou preocupação quanto à capacidade da empresa de manter seus serviços em operação.

Entretanto, neste domingo (22), a Huawei enviou por e-mail uma declaração à Reuters afirmando que “a Huawei não tem nenhum plano ou interesse em adquirir a Oi ou qualquer outra operadora brasileira”.

Leia também: Anatel aplica multa de R$ 18 milhões à Oi

Isso não quer dizer que os chineses estejam fora do páreo. Segundo a própria Reuters, na última quinta-feira (19), a Oi estaria em negociações preliminares com “uma empresa chinesa”, além da espanhola Telefonica (que é dona da Vivo), da italiana Telecom Italia (TIM) e da norte-americana AT&T.