Tamanho do texto

Usuários do WhatsApp dizem que não receberam qualquer tipo de aviso ou explicação; as queixas vêm de números de tatuadores e estúdios de tatuagem

Olhar Digital

whatsapp arrow-options
shutterstock
WhatsApp bane vários tatuadores sem se justificar


O WhatsApp baniu as contas de diversos tatuadores pelo Brasil. Nas últimas duas semanas, vários profissionais desse segmento se manifestaram afirmando que suas contas no aplicativo haviam sido aleatoriamente banidas, sem qualquer explicação.

Os tatuadores estão preocupados com o prejuízo causado pela dificuldade de comunicação com seus clientes, além da preocupação com a própria imagem, por ter a conta bloqueada pelo aplicativo .

Leia também: WhatsApp bane 2 milhões de contas por mês, mas isso não é o suficiente

O WhatsApp estaria banindo as contas por uma suposta violação aos termos de serviço , porém sem informar qual seria o problema, e sem qualquer aviso prévio ou possibilidade de manifestação de defesa do usuário.

Um dos tatuadores (que preferiu não se identificar), possui mais de 100 mil seguidores no Instagram e está promovendo um seminário internacional, que vai contar com diversos profissionais da área, de todo o mundo. O problema é que sua conta de WhatsApp , vinculada ao telefone de contato divulgado em todos os meios de comunicação, foi banida, gerando um prejuízo incalculável, segundo o tatuador.

O Olhar Digital entrou em contato com o escritório de advocacia Cauduro e Wierzchowski, localizado em Porto Alegre, que entrou com uma ação judicial solicitando, além do desbloqueio do número do tatuador, danos morais e materiais pelo ocorrido .

Leia também: TSE pede números que dispararam mensagens em massa pelo WhatsApp nas eleições

O escritório conseguiu uma liminar deferida junto ao 4º Juizado Especial Cível de Porto Alegre, pelo Juiz de Direito Mauro Borba, determinando o restabelecimento do serviço da conta do WhatsApp vinculada ao número de titularidade do autor em até 24 horas, com multa diária de R$ 500,00 em caso de descumprimento:

despacho arrow-options
Olhar Digital
Despacho determina restabelecimento de conta no WhatsApp


Outras queixas

Alguns estúdios de São Paulo e do Rio de Janeiro fazem a mesma reclamação. O escritório vai protocolar mais duas ações com o mesmo pedido.

Leia também: WhatsApp para Android pode ser invadido via GIF, saiba como se proteger

O site Reclame Aqui registrou inúmeras reclamações desse tipo, feitas por tatuadores e estúdios de tatuagem, nos últimos 15 dias. Essa é a mensagem de um dos profissionais, em São Paulo:

tatuador arrow-options
Olhar Digital
Vários tatuadores reclamam do problema com o WhatsApp.


Outra mensagem, vinda do Rio de Janeiro dizia: " Bom dia! Gostaria de saber o real motivo para que tenham banido o meu número do aplicativo. Sou pai de família, trabalhador e não tive nenhuma atitude que violasse a conduta, escrita nos termos de serviço.  Faço uso do WhatsApp para conversar com amigos e familiares, além de usar como ferramenta de trabalho. Sou tatuador e minha agenda de clientes eu marco por lá. No aguardo o mais rápido possível ."

A reportagem do Olhar Digital entrou em contato com o WhatsApp mas, até agora, não obteve uma explicação.

Leia também: Redes sociais podem ter que passar dados de investigados à justiça; entenda

Recentemente, o aplicativo vem banindo participantes de grupos com nomes que fazem alusão à pornografia infantil na Espanha. Os usuários dizem que basta que um detalhe do perfil tenha relação com o tema para que todos os membros sejam removidos e tenham seus números de telefone bloqueados pela plataforma.