Tamanho do texto

Três operadoras da China irão disponibilizar 5G aos clientes ainda este ano; Coreia do Sul, Estados Unidos, Reino Unido e Austrália já introduziram a tecnologia em algumas regiões

Olhar Digital

5G arrow-options
Pixabay
5G chega à China em novembro


As operadoras de telefonia móvel da China vão oferecer os serviços 5G pela primeira vez ao público a partir do dia 1° de novembro. A China Mobile Ltd, maior operadora do país, introduzirá o serviço em Pequim, assim como outras duas companhias, segundo o Beijing News

As apresentações ocorrem cerca de quatro meses depois que o país emitiu licenças comerciais do 5G para as três principais operadoras e uma emissora, o que torna a China um dos primeiros países do mundo a introduzir a tecnologia para os consumidores . Antes dela somente Coreia do Sul, Estados Unidos, Reino Unido e Austrália disponibilizaram o 5G à população em algumas regiões. 

Leia também: 5G atrasado no Brasil: leilão deve acontecer só no segundo semestre de 2020

As três operadoras chinesas vão investir juntas cerca de US$43 bilhões este ano, incluindo os custos para a construção de 130 mil estações-base. A China Mobile pretende fornecer serviços comerciais de 5G em 50 cidades ainda em 2019, com o objetivo de atingir 340 cidades em 2020, segundo o presidente da empresa. 

A segunda maior potência mundial está se preparando para se tornar o maior mercado 5G do mundo por usuários , algo que pode ajudá-la a estabelecer padrões globais para estas redes e impulsionar seu esforço para se tornar líder em tecnologias . Além disso, a entrada do 5G pode estimular os fabricantes de equipamentos do país.