Olhar Digital

5G arrow-options
Pixabay
5G pode ajudar em soluções tecnológicas para a área da saúde


Durante 2019, muito foi falado como o 5G iria beneficiar diversas áreas, incluindo a saúde. Agora, a ZTE e a China Telecom vão utilizar a tecnologia para combater o avanço da epidemia de coronavírus. As empresas conduziram com sucesso o diagnóstico remoto da pneumonia na província de Sichuan com a ajuda da tecnologia 5G .

No último sábado (25), a ZTE construiu e interconectou o West China Hospital para o diagnóstico e o tratamento remotos. A Comissão de Saúde de Sichuan tornou o hospital como o ponto central do sistema 5G de diagnóstico . Outros 27 hospitais aceitaram e estão tratando pacientes com o vírus. Na manhã desta segunda-feira (27), a Huawei anunciou que vai conduzir a construção da rede de internet 5G nestes hospitais.

Leia também: Do carro inteligente à “superinternet”: o que o Brasil perde com o atraso do 5G?

Um dos primeiros a receber a nova conexão vai ser o que está em construção em Wuhan, cidade onde a epidemia começou. As obras devem terminar até o fim de semana. A urgência se da pelos mais de 1.200 casos confirmados em uma região de apenas 11 milhões de habitantes.

Diversas outras empresas se mobilizaram para ajudar na luta contra a epidemia . A Xiaomi tem distribuído suprimentos e a Apple vai fazer doações para a região de Wuhan. Mais de 20 milhões de pessoas estão em quarentena no país e já há casos confirmados em Japão, Tailândia, Coreia do Sul, França e Estados Unidos. Além disso, uma empresa americana está trabalhando em uma vacina para o vírus.

    Veja Também

      Mostrar mais