Olhar Digital

Huawei Mate Xs
Divulgação/Huawei
Huawei Mate Xs


O M ate Xs , novo smartphone dobrável da Huawei , foi lançado no evento que substituiu a apresentação da empresa no MWC 2020 (cancelado por causa do novo coronavírus) e iniciou suas vendas na China nesta quinta-feira (5). Mas durou pouco.

De acordo com o site de e-commerce chinês VMall, o estoque de aparelhos se esgotou em questão de segundos . Ao preço de 16.999 yuans (cerca de R$ 11.330), o smartphone ficou indisponível tão logo que as ofertas online iniciaram. A Huawei está planejando mais uma rodada de vendas para o próximo domingo (8).

Leia também: Huawei lança celular dobrável Mate Xs e tablet com tecnologia 5G

Com essa venda recorde, o Mate Xs segue os passos do seu antecessor. A Huawei não revela quantas unidades vendeu, mas de acordo com números anteriores, 100 mil dispositivos Mate X foram comprados por mês na China. O Huawei Mate Xs conta com o chipset Kirin 990 5G, estrutura de dobradiça melhorada e novo sistema de refrigeração.

A tela tem 8 polegadas quando totalmente aberta, e 6,6” na frente e 6,3” na traseira, quando fechada. Ao todo, o Mate Xs tem três câmeras . A câmera principal do aparelho possui 40MP e f/1.8, enquanto a segunda lente é de 8MP e abertura f/2.4, e por último uma grande angular de 16MP e f/2.2. Como é de se esperar, não há “câmera frontal”, já que para fazer selfies basta dobrar o aparelho e visualizar com a tela traseira.

A bateria do Mate Xs é de 4.500 mAh com capacidade de carregamento rápido de 55W, e ele possui 8GB de memória RAM e 512 GB de armazenamento. Seu sistema operacional é o EMUI 10, desenvolvido sobre a versão de código aberto do Android 10 . Como os aparelhos da marca não podem rodar nenhum app do Google , a empresa trabalha forte no seu ecossistema HMS (Huawei Mobile Services).

    Veja Também

      Mostrar mais